Goiás x Sport

Sport quer voltar a subir a ladeira rumo ao G4

Autor: Alvaro Filho

Foto: Edmar Melo/JC Imagem

Falar em perigo de rebaixamento ainda é um tabu na Ilha do Retiro e talvez seja mesmo exagero. Mas é bom o Sport prestar atenção no desespero do seu adversário desta quinta (10), o Goiás, e quem sabe até tirar proveito disso para se manter longe da “zona da confusão” e voltar a mirar no G4. O Leão começou a 24ª rodada, com 33 pontos, oito à frente do Esmeraldino, com 25, na porta do inferno, e a cinco da faixa de acesso à Libertadores.

Certo, mesmo, é que o Sport terá, às 19h30, no Serra Dourada (Goiânia), a chance de quebrar um incômodo tabu que acompanha os rubro-negros há nove rodadas: a falta de vitórias. Para isso, o técnico Eduardo Baptista pode também quebrar um tabu pessoal e escalar os meias Diego Souza e Régis de frente, opção que até então ele vem fugindo como o Diabo da cruz. O último treino, na quarta (9), foi fechado à imprensa e o treinador não quis dar pistas sobre a escalação.

A opção, porém, ganhou força após os dois atuarem juntos por boa parte do jogo contra o Santos. Antes da dupla ser formada, o Sport patinou na partida e o Peixe chegou a abrir o placar. A alteração corajosa, realizada aos 25 do primeiro tempo, mudou o cenário do confronto e o Leão não só empatou como teve chances de virar.

Caso confirme o Sport com Régis e Diego Souza, Eduardo Baptista deve orientar o segundo a recuar e atuar como segundo volante, condição que ele mesmo impôs na coletiva após o jogo contra o Santos. Assim, Wendel continuaria sem espaço no time titular e DS87 teria como companheiro Rithely.

Foto: André Nery/JC Imagem

Foto: André Nery/JC Imagem

A outra dúvida é no ataque. Com Maikon Leite duelando com o CK alto apto apenas meio tempo, ou menos, Eduardo Baptista tem apostado as fichas em Samuel como opção para substituí-lo ou para ser substituído por ele. A implicância da torcida rubro-negra, que exagerada como toda torcida, preferiria o time com um a menos em vez de Samuel, não incomoda o treinador, que chegou a dizer que Samuel é escalado por uma questão de “justiça”.

Certo, mesmo, é o reaparecimento do zagueiro Éwerton Páscoa, que começou a temporada oscilando para baixo e não encontrou mais espaço para romper a solidez da dupla Durval-Matheus Ferraz. Punido com o terceiro amarelo, Matheus vai dar uma chance para Páscoa provar que o tempo longe dos gramados serviu para ele refletir e aprimorar o futebol.

FICHA DO JOGO

Goiás

Renan; Gimenez, Alex Alves, Fred e Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick  e David; Erick, Murillo Henrique e Zé Eduardo. Técnico: Julinho Camargo.

Sport

Danilo Fernandes; Ferrugem, Páscoa, Durval e Régis; Rithely, Diego Souza (Wendel) e Régis; Marlone, Maikon Leite (Samuel) e André. Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Serra Dourada (Goiânia). Horário: 19h30. Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP). Assistentes: José de Moraes Coelho e  Fabricio Porfirio de Moura (ambos de SP).