Grupo B

Náutico enfrenta Salgueiro no Nordestão; Sport no Grupo B

Autor: Thiago Wagner

O Náutico terá o Salgueiro pela frente na primeira fase da Copa do Nordeste 2015. O Timbu caiu no Grupo C e terá ainda o Moto Club e o Piauí no caminho. O Sport está no Grupo B ao lado de Sampaio Corrêa, Socorrense e Coruripe. O Leão é o atual campeão da competição. O sorteio ocorreu na noite desta quinta-feira, no Recife. O Nordestão começa no dia 4 de fevereiro. O Santa Cruz não disputa o regional porque não conseguiu classificação.

Atual vice-campeão, o Ceará caiu em um chave complicada ao lado de Fortaleza, Botafogo-PB e River no Grupo D.

Os baianos ficaram em grupos considerados fáceis de passar. O Vitória ficou no Grupo A ao lado de Serrano, Confiança e América-RN. Já o Bahia ficou no E com Globo, Campinense e CRB.

Os primeiros colocados de cada grupo classificam para a próxima fase. O mata-mata é complementado com os três melhores segundos colocados. Depois disso, o regional entra na fase do mata-mata.

Além do sorteio dos grupos, houve ainda a apresentação do mascote da competição, o Zeca Brito, da bola Asa Branca II e da taça do Nordestão, que foi alterada para incluir Maranhão e Piauí. A Liga do Nordeste também elegeu a seleção da edição 2014. O Sport dominou a equipe que ficou da seguinte maneira: Magrão (Sport), Patric (Sport), Durval (Sport), Sandro (Ceará) e Renê (Sport), Luciano Sorriso (na época jogava pelo Santa Cruz), Rithely (Sport), Ricardinho (Sport) e Daniel Costa (na época no CSA); Neto Baiano (Sport) e Magno Alves (Ceará). Renê foi eleito a revelação do torneio, enquanto que Neto Baiano o craque. Eduardo Baptista foi o melhor técnico.

Abaixo, os grupos do Nordestão:

Grupo A
Vitória-BA
América-RN
Confiança-SE
Serrano-BA

Grupo B
Sport
Sampaio Corrêa
Coruripe-AL
Socorrense-SE

Grupo C
Náutico
Salgueiro
Moto Club-MA
Piauí

Grupo D
Ceará
Fortaleza
Botafogo-PB
River-PI

Grupo E
Bahia
CRB-AL
Campinense-PB
Globo-RN

Holanda vence o Chile e termina na liderança do Grupo B

Fer entrou no lugar de Sneijder e, de cabeça, abriu o placar aos 32 do segundo tempo |Crédito: Renato Pizzutto

No confronto que valia a liderança do Grupo B, a Holanda venceu o Chile, por 1 x 0, e terminou na ponta da chave. Os gols da partida foram marcados por Fer e Depay.

Reveja o minuto a minuto da partida

Depois de um primeiro sem nenhum gol, as equipes fizeram mudanças na segunda etapa e a seleção holandesa conseguiu balançar as redes. Após cruzamento, o atacante Fer subiu mais que todos e desviou de cabeça, sem chances para Bravo. Já nos acréscimos, depois de ótima jogada de Robben, Depay completou para o gol e deu números finais ao jogo

Na próxima fase, a Holanda espera o segundo colocado do Grupo A. Já o Chile, fica na espera do líder do Grupo A, que tem grandes chances de ser o Brasil.

23/6 – ARENA CORINTHIANS (SÃO PAULO-SP)

HOLANDA 2 x 0 CHILE

J: Baraky Gassama (Gâmbia); P: 62.996; G: Fer 32 e Depay 47 do 2º; CA: Francisco Silva e Blind

HOLANDA: CIllessen (6), Janmaat (5,5), Vlaar (6), De Vrij (6) e Blind (5); De Jong (6), Wijnaldum (6) e Kuyt (6) (Kongolo 43 do 2º (s/n)); Sneidjer (5,5)(Fer 30 do 2º (6,5)), Robben (7,5) e Lens (5) (Depay 23 do 2º (6,5)). T: Louis Van Gaal

CHILE: Bravo (6), Gary Medel (5,5), Francisco Silva (5,5) (Valdívia 26 do 2º (5)) e Gonzalo Jara (6); Isla (5,5), Aránguiz (5,5), Díaz (6), Gutiérrez (5,5) (Beusajour, intervalo (5)) e Mena (5); Alexis Sánchez (6) e Vargas (5) (Pinilla 33 do 2º (s/n)). T: Jorge Sampaoli

Fonte: Site Placar

Já eliminados, Espanha e Austrália cumprem tabela em Curitiba

Já eliminadas da Copa do Mundo, Espanha e Austrália se enfrentam em Curitiba apenas com a missão de cumprir tabela na competição.

A atual campeã do mundo, entra em campo com uma equipe recheada de reservas. Das novidades, estão a volta de Xavi no meio e a estreia no Mundial do artilheiro da Fúria, David Villa.

Do outro lado, a Austrália tem o desfalque de seu melhor jogador na atualidade, Tim Cahill. O atacante recebeu o segundo cartão amarelo e está suspenso para a partida.

Essa será a primeira vez que as seleções se enfrentam.

Veja as prováveis escalações das seleções:

Espanha: Casillas, Juanfran, Javi Martínez, Albiol e Azpilicueta; Busquets, Xavi e Koke; Mata, Cazorla e David Villa. Técnico: Vicente Del Bosque.

Austrália: Ryan, McGowan, Wilkinson, Spiranovic e Davidson; Jedinak, McKay, Leckie, Halloran e Oar; Taggart. Técnico: Ange Postecoglou.

Fonte: PLACAR

Holanda vira contra a Austrália e fica próxima de vaga nas oitavas

Van Persie abraça Memphis, que fez o terceiro gol da Holanda | Crédito: Quinn Rooney/Getty Images

A Holanda sofreu, mas conseguiu vencer a Austrália no Beira-Rio, em Porto Alegre. Com gols de Van Persie, Robben e Memphis, o time holandês venceu a equipe da Oceania por 3 x 2.

Austrália 2 x3 Holanda

No primeiro tempo, o jogo começou equilibrado, com as duas equipes pressionando, com mais força da Holanda. No entanto, com grande arrancada, Robben, aos 20 minutos, abriu o placar para os holandeses. No entanto, um minuto depois, Cahil recebeu grande lançamento na área e marcou um dos gols mais bonitos da Copa.

Na segunda etapa, a Austrália começou melhor e acabou sendo consagrada com um pênati duvidoso, marcado pelo árbitro Haimud após bola bater na mão de Janmaat. Jedinak cobrou e, aos nove minutos, virou para o time australiano. Comm isso, a Holanda acordou e chegou ao empate com belo chute de Van Persie, aos 13. Aos 23, Memphis arriscou um chute de longe e contou com a ajuda de Ryan para marcar o gol da vitória holandesa.

Com o resultado, a Holanda chegou aos seis pontos no grupo, mantendo a liderança provisória do grupo. A Austrália, com a derrota, está praticamente fora do Mundial.

Fonte: PLACAR

Espanha tenta manter o tabu de nunca ter perdido para o Chile

Depois de sofrer uma goleada surpreendente para a Holanda, a Espanha tenta se recuperar na Copa do Mundo enfrentando um legito freguês, a seleção chilena.

Em dez confrontos das equipes, a Fúria conquistou oito vitórias e ainda tiveram dois empates. A equipe europeia marcou 25 vezes e só sofreu oito gols. Em Copas do Mundo, foram dois jogos com duas vitórias espanhola. A primeira foi no Brasil, em 1950, por 2 x 0. A última, foi no Mundial de 2010, com vitória por 2 x 1.

A Espanha deve ter três mudanças do time que perdeu para a Holanda. Piqué, Xavi e David Silva saem para as entradas de Javi Martínez, Koke e Pedro. Já o Chile, que estreou com vitória sobre a Austrália, mantem os 11 titulares e vem para aproveitar a má fase do adversário e tentar conquistar sua primeira vitória diante da seleção espanhola.

Veja as possíveis escalações das seleções:

Espanha: Casillas, Azpilicueta, Javi Martínez, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xabi Alonso e Koke; Iniesta, Pedro e Diego Costa. Técnico:Vicente del Bosque.

Chile: Bravo, Isla, Medel. Jara e Mena; Marcelo Díaz, Aránguiz, Arturo Vidal e Valdivia; Alexis Sanches e Eduardo Vargas. Técnico: Jorge Sampaoli.

Fonte: PLACAR

Chile 3 x 1 Austrália – Valdívia marca e Chile deixa Espanha para trás

Por Agência Futebol Interior
Cuiabá, MT, 13 (AFI) – A bruxa está à solta no Grupo B? Não para o Chile. Diferente da surpreendente vitória da Holanda sobre a Espanha, o Chile honrou o favoritismo ao derrotar a Austrália pelo modesto placar de 3 a 1, com gol do palmeirense Valdívia, que não marcava pela seleção desde 2012, e show da torcida chilena na Arena Pantanal.

Com a vitória na estreia, o Chile assumiu a vice-liderança do Grupo B com três pontos, mas apenas com dois de saldo de gols, dois a menos do que a Holanda, primeira colocada. Na terceira colocação, também pelo critério de desempate, está a Austrália. Os Socceroos terão que fazer milagre para classificar, pois terão que bater o Carrossel Holandês e a Espanha, até então na lanterna.

O Chile aumentou nesta sexta-feira 13 o histórico de vitórias contra a Austrália. No total, foram quatro vitórias da Roja, contra apenas uma dos Socceroos.

QUE ISSO, CHILE!
Sensacional! Não é só a torcida brasileira que vem dando um show na Copa do Mundo. Os mais de 20 mil chilenos que estavam presentes na Arena Pantanal resolveram “imitar” e antes do confronto contra a Austrália cantaram o hino à capela, motivando os jogadores. Entre eles, três “brasileiros” começaram como titular: Valdívia (Palmeiras), Mena (Santos) e Aánguiz (Chile). O meia do Verdão foi a surpresa da escalação de Jorge Sampaoli para o duelo.

Empurrados pelos gritos de “olé, olé”, o Chile não demorou para tomar a iniciativa do embate e dar mostras que pode mesmo surpreender no Grupo B, que conta também com Espanha e Holanda. A primeira chance de perigo foi logo aos 11 minutos no gol de Alexis Sánchez. Aráguiz cruzou, a bola desviou e sobrou nos pés do atacante de Barcelona, que mandou para as redes.

O Chile se motivou ainda mais e o segundo gol não demorou a sair. Aos 13 minutos, Sánchez deixou os zagueiros adversários para trás e tocou para Valdívia. O meia do Palmeiras acertou um chutaço. Sem chances para Mat Ryan. Depois foi a vez de Vidal tentar. O meia da Juventus, que era dúvida por estar se recuperando de contusão, mandou para a linha de fundo.

Após a massacrante vitória da Holanda, por 5 a 1, diante da atual campeã Espanha, todos esperavam que o Chile também goleasse, mas não aconteceu. Cahill tratou de estragar a festa e diminuir o marcador. O maior artilheiro da Austrália recebeu de Franjic e cabeceou certeiro, aos 34 minutos.

O Chile que começou com uma marcação ríspida foi afrouxando no decorrer do embate. O forte calor em Cuiabá pode ter sido o principal fator pela diminuição do ritmo. A Austrália, por sua vez, não se aproveitou e levou um resultado negativo para os vestiários.

OLHA O CHILE AÍ!

Como aconteceu nas demais partidas até aqui da Copa do Mundo, a arbitragem “escolheu” alguém para dar uma mãozinha. Desta vez, a Austrália foi prejudicada. Logo aos cinco minutos da etapa final, Cahill reclamou de pênalti na disputa com Jara, que conseguiu desequilibrar propositalmente o jogador australiano na jogada.

Em seguida, outro lance polêmico, mas marcado corretamente pelo árbitro. Leckie cruzou e Cahill, novamente de cabeça, fez o segundo da Austrália, mas o gol não valeu, pois o atacante estava em posição irregular e foi marcado impedimento no lance.

Aos poucos, a partida foi ficando mais aberta e ambas as equipes tiveram boas chances de marcar. Enquanto o Chile pecava na pontaria, a Austrália esbarrava em Bravo. O arqueiro fez uma grande defesa no chute de Bresciano.

Com maior volume de jogo, o Chile ainda aumentou a vantagem para sacramentar de vez a vitória aos 47 minutos. Pinilla arriscou, Ryan defendeu, mas a bola ficou nos pés de Beausejour. O meia acertou no canto e deu números finais ao embate.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada do Grupo C, a Austrália enfrenta a Holanda na quarta-feira, às 13h, no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre (RS). Já o Chile joga diante da Espanha no mesmo dia, às 16h, no templo do futebol, o Estádio do Maracanã.

Espanha 1 x 5 Holanda – Fúria virou "piti" no Carrossel Holandês

Por Agência Futebol InteriorSalvador, BA, 13 (AFI) – A sexta-feira 13 resolveu aprontar parágrafo Cima da espanha. A campeã do Mundo Atual Tomou hum verdadeiro baile da Holanda, na reedição da afazeres Mundial Passado final. Com mostra de Robben e Van Persie, Holandeses OS humilharam a Fúria AO golearem POR 5 a 1, EM Partida realizada na Arena Fonte Nova. Os Gritos de “olé” não FORAM Mais fazer último Opaco merecidos. Diego Costa e vaiado e lev empate parágrafo o Intervalo
Logo los Opaco Aconteceu o sorteio da fase de Grupos, Todos aguardavam ansiosamente uma Partida Entre espanha e Holanda, reedição da Copa da última do Mundo de 2010. Girou O Embate los Torno de superstição, JA Opaco FOI realizada na Tarde Desta sexta-feira ea Espanha, Como determinação da FIFA, Teve Que Entrar com Seu uniforme Branco, de Numero 3, considerado “Azarado”. FOI com um MESMA Roupa that was a Fúria eliminada NAS Quartas de final, contra a Itália los de 1994.MESMO com uma sina, um ESPANHA Entrou los campo Como um grande favorita, AINDA Mais uma Equipe Pelo Opaco uma Holanda levou AO Mundial, Muito Diferente da Copa de 2010 e TEM UMA Como de SEUS principais Peças, o meia Sneijder “escondido” não Galatasay , DEPOIS de Viver Má fase na Inter de Milão.Logo na estreia, o técnico Del Bosque promoveu a estreia do brasileiro Diego Costa. A CADA toque de bola, o atacante levava Uma “chuva” de vaias e was constantemente xingado Pelos torcedores presentes na Arena Fonte Nova. MESMO com uma pressao, o Jogador era o Mais acionado da Fúria e FOI DELE o lance de para o gol Primeiro.

Aos 25 Minutos, a espanha Opaco Tanto reclamou de Opaco o Brasil ganhou Roubado, ganhou Uma “mãozinha” da Arbitragem. Diego Costa recebeu na área, Tirou Vrij da Jogada e Caiu. O árbitro marcou penalidade maxima. Na Cobrança, Xabi Alonso Mandou rasteiro nenhum Direito Canto do goleiro e abriu o marcador.

Ao Contrário do esperado, a Holanda Localidade: Não sentiu o gol e EAo poucos FOI crescendo na Partida. A ESPANHA AINDA assustou David Silva, mas was that Van Persie marcou e colocou OS Holandeses de Volta ao Embate. Lançou Cego, Van Persie mergulhou, desviou de Cabeça e Esperou a bola encobrir o goleiro Casillas parágrafo Sair comemorar.

Que show, amigo!
A Holanda Voltou Para O Segundo Tempo fechadinha Esperando o Erro da Espanha, mas FOI ATRAVES de UMA linda Jogada indivíduo Que fez o gol da Virada. Minutos Logo EAo Sete, Robben recebeu na área, cortou parágrafo Esquerda, Seu lance caracteristica, e Mandou chances SEM parágrafos Casillas.

O Respeito Que a Holanda tinha Pela Espanha, campeã do Mundo Atual, FOI acabando e EAo poucos FOI dominando de Vez o Embate. Aos 14 Minutos, o Terceiro gol Só Localidade: Não Veio POR Causa Opaco uma bola caprichosamente Bateu na trave, APOS lindo chute, de Primeira, de Van Persie. Mas, EM SEGUIDA, De Vrij deixou o Seu.

Bola Alçada na área POR Sneijder, Van Persie brigou com Casillas e De Vrij Mandou de Cabeça parágrafo o Fundo das Redes. E Localidade: Não Parou POR aí. Um dos herois na jornal Última Copa do Mundo, Casillas falhou Feio EAo 26 Minutos. Bola recuada par o goleiro, that was Fazer o Domínio, mas soltou nn PÉS de Van Persie. O atacante Só Teve O Trabalho de empurrar parágrafo Dentro.

Um resolveu desaparecer espanha na Partida. Vez Por SUA, Impiedosa, a Holanda resolveu golear. Sim, marcou Mais um. Aos 34 Minutos, bola Lançada da Defesa parágrafo Robben. O atacante botou parágrafo correr, Passou Como Quis POR Casillas e, com Raiva, estufou como Redes, marcando o Seu Segundo e fechando uma Conta.

ESPANHA 1x5 Holanda

Espanha x Holanda – Finalistas de 2010 voltam a se encontrar

Salvador, BA, 12 (AFI) – O gol de Iniesta quatro anos atrás garantiu o título da Copa do Mundo para a Espanha diante da Holanda. Quis o sorteio do Mundial no Brasil, que os dois voltassem a se enfrentar logo na abertura do Grupo B. Resta saber se após terem sido derrotados, os holandeses conseguirão sua revanche, nesta sexta-feira, às 16 horas, na Arena Fonte Nova.

Já para os espanhóis, o confronto representa a chance de largar bem no grupo que é considerado um dos mais difíceis e que conta ainda com Chile e Austrália. A partida tem cobertura do Futebol Interior com o placar ao vivo.

Parada dura
Vice-campeã da Copa das Confederações e favorita ao título da Copa do Mundo, a Espanha inicia sua trajetória nesta sexta-feira sabendo que de fácil, a partida contra a Holanda não terá nada. Estando naquele que é considerado um dos grupos mais fortes da competição, jogadores e comissão técnica sabem que uma vitória na rodada inaugural é essencial para suas pretensões.

Para o volante Xavi Hernández, um dos grandes destaques e ídolos da Roja, passar pela Holanda será uma parada dura.

“Sabemos das dificuldades. Temos um grupo muito difícil e um adversário muito forte amanhã (sexta). Será um jogo muito complicado”, afirmou o jogador, nesta quinta, em entrevista coletiva na Arena Fonte Nova, local da estreia. “Eles têm uma defesa muito forte e saem rápido para os contra-ataques. Vamos tentar impor o nosso estilo de jogo o qual nos demos bem nos últimos anos”, disse o atleta de 34 anos.

Com a mesma base que foi campeã na África do Sul, Xavi acredita que a Fúria tentará impor seu ritmo dominador em campo.

“Nosso estilo é muito claro. Queremos sempre dominar o jogo, ter a posse de bola e os jogadores que chegaram à seleção recentemente se adaptaram a isso. É a nossa filosofia”, finalizou.

Revanche?
A derrota para a Espanha quatro anos atrás tirou a chance da Holanda finalmente conquistar uma Copa do Mundo. Com o revés entalado na garganta dos holandeses, o atacante Robin Van Persie acredita que a equipe está muito mais preparada do que quando deixou escapar a grande taça.

“Antes, no início, nós ouvíamos piadas sobre nossa equipe, mas isso mudou. Penso que é devido, exclusivamente, ao nosso foco”, disse ao site “onsoranje”. “A Espanha tem um time fantástico, com jogadores como Diego Costa e David de Gea, meu companheiro de time”, completou o atleta do Manchester United que era dúvida devido a uma lesão, mas se recuperou bem e deve entrar em campo.

Muito elogiada do meio pra frente, o grande temor da Holanda está do meio pra trás, onde os atletas tem sido constantemente contestados. Assim como os espanhóis, o time comandado por Louis Van Gaal sabe que precisa de uma boa estreia para não complicar sua situação na fase inicial. Isso porque o grupo ainda conta com o Chile que tem sido apontado por muitos como a segunda força.

FICHA TÉCNICA

ESPANHA X HOLANDA

ESPANHA
Casillas;

Azpilicueta, Sergio Ramos, Piqué e Jordi Alba;

Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta;

Pedro e Diego Costa

HOLANDA
Cillessen;
Daryl Janmaat, Peter Vraar, Stefan De Vrij, Martins Indi e Daley Blind;
De Jong, Clasie e Sneijder;
Arjen Robben e Robin van Persie.

Árbitro: Nicola Rizzoli

Assistentes: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA)

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Chile x Austrália – Favorito ou coadjuvante, Chile?

Natal, RN, 12 (AFI) – A Copa do Mundo continua nesta sexta-feira. No Grupo B, o Chile é apenas um coadjuvante em uma chave que conta também com Espanha e Holanda, grandes favoritas. A seleção chilena precisa estrear com vitória para jogar com mais tranquilidade diante do favoritos. O adversário, porém, é a Austrália, a primeira equipe classificada para a Copa do Mundo e que sonha em surpreender. O embate está marcado para as 19h, na Arena Pantanal.

O Chile vê a partida como a chance de começar na liderança do Grupo B e jogar por uma combinação boa de resultados para conquistar a classificação. A Austrália, por sua vez, não tem muita tradição no Mundial e nunca em sua história passou das oitavas de final. A meta é alcançar uma sonhada quartas de final, mas se classificar em um dos grupos mais fortes tem que ser comemorado.

Vidal joga ou não joga

O Chile tem um sério problema para a estreia contra a Austrália. Arturo Vidal ainda não está totalmente recuperado de uma artroscopia no joelho direito e segue como dúvida para o embate. A tendência é que não entre em campo, mas a decisão deverá ficar até o minuto em que a bola rolar. O jogador da Juventus é considerado a principal arma chilena, que tentará uma classificação diante de um Grupo que conta com Espanha e Holanda, finalistas do Mundial passado.

A comissão técnica do Chile estuda poupar Vidal para a partida contra a Austrália e colocá-lo para atuar apenas diante dos favoritos. Com isso, o meio de campo da seleção terá Beausejour, Aranguiz, do Internacional, Fernandéz e Dias. O quarteto terá a missão de abastecer Sanchez e Vargas.

Há também uma pequena possibilidade do ídolo da torcida palmeirense, o meia Valdívia começar jogador. O camisa 10 está totalmente livres das recentes lesões e pode ser uma das surpresas da equipe titular de Jorge Sampaoli. Caso escalado, o Chile ganhará a torcida de um pedaço verde e branco do Brasil.

Fé em Cahill e bola pro mato!

Azarona do Grupo B, a Austrália tem meta traçada para os três jogos da fase de grupos: jogar por uma bola. A grande esperança é que o craque australiano Cahill balance as redes, para que a equipe jogue na retranca no restantes da partida e assegure o resultado. A marcação deve ser o ponto forte da equipe.

A Austrália vai para a partida com o que tem de melhor. O técnico Ange Postecoglou deve armar a equipe no esquema 4-5-1, com Cahill isolado na linha de frente. Já o meio de campo deve ter uma linha de quatro e um homem mais avançado para fazer a transação entre defesa e ataque.

Além de Cahill, outro nome que pode fazer a diferença pelo lado da Austrália é o meia Mile Jedinak. Com 29 anos, o jogador carrega a braçadeira de capitão e vem se destacando no futebol inglês pelo fraco Crystal Palace.

FICHA TÉCNICA

CHILE X AUSTRÁLIA
CHILE – Bravo; Isla, Medel, González e Mena; Beausejour, Aranguiz, Fernandéz e Dias; Sanchez e Vargas. Técnico: Jorge Sampaoli

AUSTRÁLIA- Langerak; Franjic, Wilkinson, Spiranovic e Davidson; Milligan, Jedinak, Vidosic, Oar e Leckie; Cahill. Técnico: Ange Postecoglou

ÁRBITRO –Noumandiez Doue, da Costa do Marfim

LOCAL – Arena das Dunas, Natal (RN)