Guarany de Sobral-CE

Santa Cruz vence o Guarany de Sobral, se classifica e enfrenta o Sport nas semi do Nordestão

Foto: Wellington Macedo/Futura Press

Autor: Thiago Wagner

Não foi o futebol ideal, é verdade. Mas deu pro gasto. Foi dessa maneira o Santa Cruz conseguiu a vaga nas semifinais da Copa do Nordeste ao vencer por 1×0 o Guarany de Sobral, no estádio do Junco, em Sobral (CE), na noite desta quarta-feira. Como já havia vencido por 3×0 a ida no Recife, os corais se classificaram sem grandes sustos. Cassiano fez o gol solitário do encontro aos 38 minutos do segundo tempo.

Na próxima fase, teremos o tão aguardado clássico contra o Sport. Enquanto isso, a Cobra Coral pensa no mesmo duelo pelo Pernambucano, na próxima quinta-feira, na Ilha do Retiro.

Tiago Cardoso

O JOGO – Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, o Santa veio com a estratégia de ficar atrás esperando o Guarany. O time cearense foi para cima e dominou o campo defensivo tricolor durante boa parte dos 90 minutos.

A bola da equipe de Sobral, porém, demorou para chegar ao gol de Tiago Cardoso. Ficou rodando de um lado para o outro sem muita objetividade. A time do Ceará errou muito os passes e os cruzamentos para a área, o que facilitou a vida da zaga do Santa Cruz. Quando tudo ocorria bem, Cardoso salvava e impedia abertura do placar. O goleiro coral foi exigido principalmente no segundo tempo.

Os visitantes também não souberam aproveitar a posse de bola. Principalmente porque abusaram dos chutões na saída de bola. Faltou ofensividade. Isso só foi obtido de maneira um pouco mais relativa quando o técnico Vica sacou Jefferson Maranhão e colocou Memo. A marcação melhorou como um todo e a Cobra Coral passou a sair melhor com a redonda. As chances também apareceram principalmente nos pés de Luciano Sorriso, que soube aproveitar bem as subidas para área adversário. Léo Gamalho também teve sua oportunidade aos 10 minutos do segundo tempo, mas André Zuba defendeu bem.

Com o passar dos minutos, o Santa Cruz começou a administrar o placar. O Guarany também diminuiu o ritmo no final já abrindo mão da fé na virada. Restou aguardar o último apito do árbitro. No entanto, ainda deu tempo para Cassiano abrir o placar aos 38 minutos após ser lançado na grande área. Festa dos visitantes com a classificação.

FICHA DA PARTIDA – GUARANY-CE 0X1 SANTA CRUZ

Guarany-CE – André Zuba; Ivonaldo, Joecio, Juliano e Zeca; Rodrigo Vitor (Rodrigo Vitor), Marcos Vinícius (Zé Williams) e Santos; Gugu (Patuta), Thiago Furlan e Reinaldo. Técnico: Vladimir de Jesus.

Santa Cruz – Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Panda; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Carlos Alberto (Patrick) e Jefferson Maranhão (Memo); Cassiano e Léo Gamalho (Pingo). Técnico: Vica.

Copa do Nordeste. Local: Junco, Sobral (CE). Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Auxiliares: Oberto da Silva Santos e Luis Filipe Gonçalves Correa (ambos da Paraíba). Gol: Cassiano (SC) aos 38 minutos do segundo tempo. Amarelos: Jefferson Maranhão (SC), Reinaldo (G), Rodrigo Vitor (G), Carlos Alberto (SC), Oziel (SC) e Santos (G).

Santa Cruz busca vitória contra o Guarany de Sobral para espantar dúvidas da cabeça do torcedor

Meia Jefferson Maranhão ganha vaga na equipe titular. Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Autor: Thiago Wagner

Não que o Santa Cruz precise da vitória a todo custo. Na verdade, trabalha com a possibilidade de perder por até dois gols de diferença para o Guarany de Sobral, nesta quarta-feira, no Junco, em Sobral, pela Copa do Nordeste. No entanto, vencer é o melhor resultado para os corais neste duelo. Isso porque o Tricolor precisa apagar a dúvida da cabeça do torcedor por conta das recentes oscilações na temporada. A vitória deixaria a torcida mais tranquila e confiante no futuro da equipe coral.

Para conseguir esse objetivo, o técnico Vica mudou a formação da equipe. Saem os três volantes que enfrentaram o Salgueiro, pelo Pernambucano, no último domingo, e volta os esquema com dois volantes e dois meias. O objetivo é dar maior ofensividade ao time, característica que foi ausente no duelo contra o Carcará no primeiro tempo.

Quem lucra com essa mudança é o meia Jefferson Maranhão, que ganha vaga de Memo no meio de campo. O Santa Cruz deve ir para o gramado da seguinte maneira: Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Panda; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Jefferson Maranhão e Carlos Alberto; Cassiano e Léo Gamalho.

“Temos uma boa vantagem, mas temos que fazer um bom jogo e trazer a classificação. É voltar a jogar como vinha jogando”, disse Vica.

Para esta partida, o comandante tricolor ainda não pode contar com os meias Natan, Raul e Renatinho e o atacante Flávio Caça-Rato. Todos estão se recuperando de lesões e desfalcam a Cobra Coral.

GUARANY DE SOBRAL – O Guarany ainda sonha com um milagre para conseguir a vaga. O time não está definido pelo técnico Vladimir de Jesus. O volante Zé Augusto, com uma fratura na mão direita, ficou de fora da partida diante do Ceará, na estreia do Estadual, mas pode até ser uma opção diante do tricolor. O atacante Thiago Furlan sente dores na coxa direita, enquanto Adriano se recupera de uma torção no tornozelo direito. Outra opção para o ataque é Diego, além de Júnior Cearense para a meia. Já o meia Márcio Tarrafas, com uma ruptura no ligamento do joelho direito, será operado e fica sem seis meses em recuperação.

FICHA DA PARTIDA – GUARANY DE SOBRAL X SANTA CRUZ

GUARANY DE SOBRAL – André Zuba; Ivonaldo, Joécio, Juliano e Zeca, Rodrigo Vítor, Zé Augusto (Gugu), Santos e Maranhão; Reinaldo (Thiago Furlan) e Zé William (Adriano). Técnico: Vladimir de Jesus.

SANTA CRUZ – Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Panda; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Jefferson Maranhão e Carlos Alberto; Cassiano e Léo Gamalho. Técnico: Vica.

Copa do Nordeste. Local: Junco, Sobral (CE). Horário: 22h. Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Auxiliares: Oberto da Silva Santos e Luis Filipe Gonçalves Correa (ambos da Paraíba).

Santa Cruz vence Guarany/CE por 3 a 0 e encaminha classificação para a semifinal

Rafael Brasileiro – Diario de Pernambuco

O histórico do Santa Cruz contra o Guarany-CE era motivo de desconfiança da parte da torcida coral, que somado a ausência dos ingressos do Todos com a Nota fez com que as arquibancadas do Arruda não tivessem a costumeira presença da massa coral. Quem não compareceu ao estádio deve ter se arrependido, já que o Tricolor teve a sua melhor apresentação do ano após nove jogos na temporada. O resultado de 3 a 0 foi a tradução perfeita da junção da boa marcação e o retorno à formação 4-5-1, duas armas que foram marcantes nas vitórias corais em 2013.A ausência de uma reação à altura da equipe de Sobral também foi determinante para o atropelamento feito pela equipe da casa, mas o que mais impressionou foram as boas apresentações de Jefferson Maranhão e Cassiano. A vitória não detemrinou a classificação do Santa Cruz, mas com certeza dará tranquilidade a Vica para pensar um pouco no Campeonato Pernambucano até a próxima quarta-feira, quando enfrenta o Náutico.

O jogo Se até os cinco minutos de partida as equipes apenas se estudavam, bastou os meias corais começarem a procurar o atacante Cassiano para o jogo mudar de rumo. Após lançamento pelo lado direito, que tinha o camisa nove como alvo, uma falta, que por centímetros não foi pênalti, deu início a vitória coral. Após a cobrança de Luciano Sorriso ser desviada pela barreira, o volante teve mais uma oportunidade de abrir o placar no Arruda, mas desta vez através de uma assistência. Com perfeição, o volante coral colocou a bola na cabeça do zagueiro Renan Fonseca para abrir o placar.
Santa Cruz 3x0 Guarany de Sobral-CE
A vantagem deu mais tranquilidade ao time do técnico Vica, mas poderia ter sido ampliada através do atacante Cassiano. Antes da conclusão do atacante, Raul apareceu no caminho da bola e perdeu um gol que nenhum presente no Arruda acreditou. Em contraponto ao time coral, a equipe do Guarany-CE não chegou perto do time que complicou a vida de Náutico e Sport na primeira fase da Copa do Nordeste. O nervosismo, principalmente na figura do técnico Vladimir de Jesus, transformou-se no domínio tricolor. Com maior posse de bola, o Santa Cruz tratou de ditar o ritmo de jogo e aproveitou o buraco que existia no meio de campo dos cearenses. Com os meias e atacantes da equipe de Sobral marcando a saída de bola somado ao recuo exagerado dos defensores e volantes, Jefferson Maranhão, Raul e Carlos Alberto puderam criar boas chances que não foram transformadas em gols.

Segundo tempo
Segunda etapa melhor que a primeira Após sair para o intervalo no lucro, já que o Santa Cruz desperdiçou várias chances na primeira etapa, o Guarany-Ce voltou diferente para o complemento da partida. Com Márcio Tarrafas e Gugu, que eram titulares, no lugar de Santos e Diego, a equipe tentou reagir ao domínio tricolor. A ilusão de conseguir uma resposta à imposição coral ficou apenas no papel e na entrada de Natan no lugar de Raul, também no intervalo. Após ficar fora de ação por três partidas, o prata da casa coral entrou no jogo e assumiu a responsabilidade pela armação das principais jogadas. Tanta aplicação resultou em uma falta sofrida por Natan e mais uma vez através da bola parada o Tricolor ampliou a vantagem coral.

Antes mesmo da torcida presente ao Arruda terminar de comemorar o gol de Panda, Carlos Alberto aumentou a euforia nas arquibancadas ao encontrar Cassiano na entrada da área. O atacante finalizou com perfeição e fez o terceiro gol coral. Os 25 minutos restantes foram resumidos a pressão do Guarany-CE em busca de um gol que ajudasse a equipe na partida da volta, mas a bem postada defesa coral não deu chances ao azar e saiu sem tomar gols na temporada pela segunda vez.

Leandro Souza & Renan FonsecaSanta Cruz
Tiago Cardoso; Oziel, Leandro Souza, Renan Fonseca e Tiago Costa (Panda / 16’ 1º T); Luciano Sorriso, Sandro Manoel, Raul (Natan / Intervalo), Carlos Alberto(Flávio Caça-Rato / 26’ 2º T) e Jefferson Maranhão; Cassiano. Técnico: VicaGuarany-CE
André Zuba; Ivonaldo, Joécio, Juliano, Zeca; Santos (Tarrafas / Intervalo), Zé Augusto, Rodrigo Vitor, Júnior Cearense (Zé Williams/ 16’ 2º T); Diego(Gugu / Intervalo) e Adriano. Técnico: Vladimir de Jesus

Local: Estádio do Arruda Arbitragem: Suelson Diorgenes de França Medeiros – RN. Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira – BA e Adson Márcio Lopes Leal – BA Gols: Renan Fonseca (8’ 1º T), Panda (21’ 2º T), Cassiano (23’ 2º T) Cartões amarelos: Zé Augusto, André Zuba e Junior Cearense (Guarany-CE)

Náutico encara o Guarany-CE querendo a classificação

A classificação do Náutico para as quartas de final da Copa do Nordeste pode acontecer nesta quinta-feira (6). Os alvirrubros enfrentam o Guarany de Sobral-CE, às 20h30 (horário do Recife), no Estádio do Junco, e se vencer por dois gols de diferença estará garantido na segunda fase do torneio.

O Timbu está na tercera colocação do grupo D do Nordestão, com cinco pontos. A pontuação é a mesma do Sport, possui melhor saldo de gols (1x-3). O líder é o Guarany de Sobral-CE, com oito e saldo de de um. Caso o Leão empate com o Botafogo-PB, o Náutico se classifica com uma vitória simples.

O técnico Lisca deve poupar alguns atletas diante do Guarany de Sobral, mas não adiantou qual será o time titular.

O primeiro jogo entre as equipes terminou empatado por 1×1 na Itaipava Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Renato marcou o gol alvirrubro, enquanto Zeca empatou para os cearenses.

Sport vai para o tudo ou nada diante do Guarany de Sobral

Neto Baiano espera encontrar o caminho das redes diante do Guarany de Sobral, no estádio do Junco/Foto: JC Imagem

Por Marcelo – Blog do Torcedor

Três jogos. Dois empates e uma derrota. Apenas um gol marcado. A campanha do Sport não agrada aos torcedores rubro-negros. Até porque a classificação para a próxima fase da Copa do Nordeste está bastante ameaçada. Na noite desta quarta-feira, a partir das 21h15,o time rubro-negro encara mais uma vez o Guarany de Sobral, no estádio do Junco. E só a vitória interessa para não ficar numa situação ainda mais complicada.  Com apenas dois pontos no Grupo D, o Leão vai encarar o adversário que está embalado na liderança, com cinco pontos. Se quiser manter viva a esperança de classificação, vai ter que mostrar algo a mais do que apresentou até agora.

No último domingo, as duas equipes se enfrentaram na Ilha do Retiro e não saíram do 0x0, na Ilha do Retiro. Após o confronto, o técnico Geninho, no seu estilo tranquilo, chegou a declarar que falta qualidade ao elenco rubro-negro. Sendo assim, dá para imaginar que o comandante está ainda mais preocupado para este jogo fora dos seus domínios. Afinal, o time vai jogar desfalcado. O zagueiro Durval e o meia Aílton foram poupados para evitar o desgaste físico e sequer viajaram com a delegação para Sobral.

Para o lugar de Durval, Geninho vai acionar Ferron. Já na vaga de Ailton, está em dúvida. Pode entrar com um volante, no caso Ronaldo, ou mais uma opção ofensiva, com Ananias. “Temos mudado muito. E não estamos podendo contar com alguns reforços. Por exemplo: Meza (zagueiro) e Robert Flores (meia) ainda não foram regularizados. Outros atletas vão chegar. Assim, as coisas ficam mais difíceis”, afirmou o treinador, para em seguida, pregar otimismo. “Ainda assim, acho que estamos evoluindo. Conseguimos jogar melhor contra o Guarany. Perdemos muitas chances”.

Se encontraram dificuldades jogando na Ilha do Retiro, os jogadores rubro-negros esperam uma situação mais complicada no estádio do Junco. O time do Guarany apresentou uma organização tática que vem surpreendendo na competição. O Sport, certamente, vai ser uma equipe cautelosa. A equipe vai ter que atacar com inteligência para não ser supreendido e ver as chances de classificação serem zeradas. “Não esperem um Sport dando show em campo. O importante no momento, no entanto, é vencer”, alertou Patric, que está confirmado na lateral-direita do Sport.

ADVERSÁRIO

Para o segundo confronto diante do Sport, o técnico Vladimir de Jesus fará apenas uma mudança em relação ao empate em 0x0, na Ilha do Retiro. O volante Vinícius entra no lugar de Vinícius. A confiança é grande na conquista de uma vitória sobre o Leão.

TRIBUNAL

Como se não bastasse a situação complicada na tabela, o Sport também corre o risco de perder o mando de campo. Nesta quarta-feira, o clube será julgado por conta da confusão entre os torcedores na partida contra o Botafogo-PB, na rodada de abertura do Nordestão. O Leão pode perder mando de campo nos próximos jogos.

Ficha do jogo

Guarany de Sobral
André Zuba; Ivonaldo, Joécio, Juliano e Zeca; Marcos Vinícius, Zé Augusto, Santos e Márcio Tarrafas; Tiago Furlan e Adriano. Técnico: Vladimir de Jesus.

Sport
Magrão; Patric, Ferron, Oswaldo e Igor; Rodrigo Mancha, Rithely, Ronaldo (ou Ananias) e Everton Felipe; Felipe Azevedo e Neto Baiano. Técnico: Geninho.

Local: Estádio do Junco, em Sobral-CE. Horário: 21h15. Árbitro: Leandro Dantas de Oliveira (RN). Assistentes: Luis Carlos Bezerra (RN) e Izac Oliveira (RN).

Geninho fará mudanças no Sport para encarar o Guarany de Sobral

Por Blog do Torcedor

A derrota para o Náutico, na última rodada da Copa do Nordeste, fez o técnico Geninho refletir sobre o time do Sport. O comandante não gostou do que viu e, por isso, está fazendo alterações na equipe para o duelo contra o Guarany de Sobral, neste domingo, na Ilha do Retiro, às 18h30. Na laterna do grupo D, com apenas 1 ponto, o Leão vai ter que vencer o time cearense a todo custo para evitar um princípio de crise.

A mudança mais aguardada está na zaga. O ídolo Durval, contratado recentemente junto ao Santos, tem presença garantida na equipe, no lugar de Ferron. “Eu espero ouvir a torcida gritando meu nome e incentivando a equipe”, disse o jogador, demonstrando ansiedade em reestrear no time rubro-negro. Durval recebe novamente a braçadeira de capitão, mostrando que ainda continua um líder importante no clube. “Mas isso pouco importa para mim. Quero ajudar a equipe a vencer os jogos”.

O técnico Geninho também confirmou a saída do lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro. Mas, por conta de uma estresse no joelho, o jogador sequer vai para o banco de reservas. “Eu já havia decidido que Igor Fernandes seria o titular da lateral-esquerda. E como Cordeiro sofreu uma pancada, o departamento médico decidiu poupar o jogador para um tratamento mais intensivo”, explicou o treinador.

No meio, mais mudanças. O treinador quer uma  equipe mais veloz e criativa nesse setor. Por isso, ele sacou Naldinho e escalou o garoto Éverton Felipe. Assim, Aílton volta a  fazer o papel de terceiro homem de meio de campo, deixando Igor com liberdade de “agredir” o adversário. Na frente, a dupla Neto Baiano e Felipe Azevedo está mantida. “Temos que entrar em campo como se fosse a última. Não tivemos velocidade pelos lados contra o Náutico. Ficamos muito estáticos. A equipe precisa ter mais atenção e jogar com mais vontade”.

Geninho sabe que se não hover um resultado positivo na Ilha do Retiro, a situação fica complicada. “Não temos uma situação cômoda. Dois dos nossos adversários têm quatro pontos e nós só temos um. Então, vamos jogar para conseguir nosso objetivo que é a classificação. O jogo de domingo tem a conotação importante por isso. Não temos outra opção: temos que vencer”.

Guarany de Sobral

Depois de pregar um susto no Náutico, empatando em 1×1, na Arena Pernambuco, na rodada de abertura da Copa do Nordeste, o Guarany volta ao Recife para tentar arrancar, pelo menos, mais um ponto para dar mais tranquilidade ao time. Para pegar o Sport, o técnico Vladmir de Jesus não deve fazer muitas alterações em relação à equipe que venceu o Botafogo-PB, na última rodada.

Ficha técnica

Sport – Magrão, Patric, Oswaldo, Durval e Igor Fernandes; Rodrigo Mancha, Richelly, Ailton e Éverton Felipe; Neto Baiano e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho.

Guarany de Sobral – André Zuba; Ivonaldo, Joécio, Juliano, Rodrigo Vitor, Santos, Zé Augusto e Márcio Tarrafas; Tiago Furlan e Adriano. Técnico: Vladimir de Jesus.

Local: Ilha do Retiro.
Horário: 18h30 (Recife)
Árbitro: Flávio Omena (AL)
Assistentes: Esdras Albuquerque (AL) e Lennon Farias (AL).

Renovado, Náutico tenta iniciar temporada com o pé direito diante do Guarany (CE)

Marcos Vinícius (dir.) pode ganhar a vaga de Roberson. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

POR WLADMIR PAULINO – Blog do Torcedor

Com a missão de enterrar o péssimo 2013, o renovado Náutico estreia na Copa do Nordeste às 20h desta segunda-feira (20), diante do Guarany (CE), na Arena Pernambuco. O jogo é válido pelo grupo B e se houver vencedor, ele salta na liderança da chave, já que Botafogo (PB) e Sport ficaram no 1×1 em João Pessoa.

Foram 16 jogadores contratados, mas apenas metade deles em condições burocráticas de jogo (regularização) e à disposição do técnico Lisca. Pelo menos cinco devem começar como titulares. O treinador, que era pouco conhecido do público pernambucano, enfatiza que esse time está em formação e algumas dificuldades podem aparecer.

“Temos pouco mais de duas semanas de trabalho e isso é pouco para que o time ganhe consistência. A equipe vai ser construída ao longo da competição. O torcedor vai precisar ter paciência. As dificuldades são naturais no início de qualquer trabalho. No entanto, podem esperar por um Náutico brigador dentro de campo e organizado. Contra o Guarany, seremos bastante testados. Eles iniciaram a pré-temporada bem antes que a gente e estão com melhor ritmo de jogo”, disse Lisca.

Os problemas já começaram para a montagem do que o técnico considerava ideal para esse primeiro jogo. O atacante Marinho sofreu uma contratura na coxa direita e está fora. O homem de área, Roberson, também reclama de dores musculares e dificilmente será acionado. O jogador foi poupado dos últimos trabalhos e vai fazer um teste antes do jogo.

Se Roberson não puder jogar, o técnico vai adiantar um pouco mais o meia Marcos Vinícius para jogar ao lado de Túlio Viana. Assim, a possibilidade é grande de o timbu começar a temporada com um ataque feito em casa. “Túlio não é um centroavante que atue na área, mas acredito que ele pode se sair bem desempenhando essa função”, avaliou o treinador.

ADVERSÁRIO – O Guarany de Sobral vem ao Recife numa situação parecida com a do Náutico. O clube fez grandes mudanças no elenco, mas tem mais tempo de preparação. A pré-temporada dos cearenses começou no dia 9 de dezembro.

Ficha do jogo:

Náutico: Gideão; João Ananias, William Alves, Romário Leiria e Gerley; Rodrigo Possebon, Elicarlos, Dê e Zé Mário; Túlio e Roberson (Marcus Vinícius). Técnico: Lisca.

Guarany de Sobral-CE: André Zuba; Rafael, Joécio, Nonato e Édson Pacujá; Júnior Cearense, Dudu, Júnior Paraíba e Zé Augusto; Adriano e Zé Williams. Técnico: Vladimir de Jesus.

Local: Arena Pernambuco. Horário: 20h. Árbitro: Gleidson Oliveira (BA). Assistentes: José Carlos Oliveira e Marcos Welb (ambos da BA). Ingressos: R$ 50 (inteira), R$ 25 (sócio e estudante) e R$ 150 (área premium).