Japão 0x0 Grécia

Japão com um a mais não consegue superar a Grécia e partida fica no 0 x 0 em Natal

Por Band Sports

Com um homem a mais durante boa parte do jogo, o Japão pressionou, mas não conseguiu sair do empate por 0 a 0 com a Grécia pela segunda rodada do Grupo C. O resultado complica as duas equipes na briga pela vaga nas oitavas de final e classifica antecipadamente a líder Colômbia.

As duas equipes começaram errando bastante e o nervosismo tinha um motivo claro, já que uma derrota deixaria a situação bastante delicada para qualquer um dos lados.

 As primeiras chances foram apenas com chutes de longa distância. Primeiro com Kone, que exigiu defesa de Kawashima e depois com Osako, com uma bomba que passou perto do ângulo do grego Karnezis.

 O jogo começou a ficar mais aberto, mas sempre com o Japão levando mais perigo. Mas o lance mais importante do primeiro tempo não teve bola na rede. Aos 37, Katsouranis fez falta dura em Hasebe, levou o segundo amarelo e foi expulso de campo.

 Apesar da desvantagem numérica, a Grécia ainda assustou antes do intervalo com chute de Torosidis que Kawashima salvou no cantinho.

 O segundo tempo começou com lance ousado de Samaras. Logo na saída de bola, o atacante grego percebeu o goleiro japonês adiantado e tentou um chute do meio-campo, mas sem sucesso. Os europeus seguiam melhor mesmo com 10 em campo e Kawashima trabalhou mais uma vez aos 15 minutos. Gekas subiu bem e cabeceou no canto, mas o arqueiro estava ligado para defender.

 O Japão só acordou aos 23 minutos. Após cruzamento rasteiro de Uchida, a bola passou pela pequena área e Okubo isolou uma grande chance para abrir o placar. A blitz continuou aos 26. A zaga grega se enrolou na saída de bola e Uchida perdeu mais uma oportunidade.

 Aos 32, Okubo arriscou de fora da área e Karnezis espalmou. Na reta final da partida, os japoneses abusam das bolas altas, mas a baixa estatura dos atacantes facilitou a vida dos zagueiros gregos, que seguraram a igualdade com um a menos durante toda a segunda etapa.

 Na última rodada, os gregos precisam vencer a Costa do Marfim e torcem por um tropeço do Japão, que encara a já classificada Colômbia. Os marfinenses são os únicos que dependem das próprias forças para avançar ao lado dos colombianos.