Local: Amigão

Sport tem três resultados para ir à final do Nordestão

Autor: Wladmir Paulino

Luiz Antônio pode substituir Rithely. Foto: André Nery/JC Imagem.

Depois de todo sofrimento da quinta-feira (14), o Sport entra em campo neste domingo (17) com um pouco mais de tranquilidade para a segunda partida da semifinal da Copa do Nordeste. Afinal, a vitória por 1×1 deixou o Leão com a possibilidade de avançar a final com empate por qualquer placar no Amigão. A vaga pode chegar até com derrota, desde que seja por um gol de diferença com o time da Ilha marcando (2×1, 3×2, etc.). O jogo está marcado para às 16h. Se a Raposa devolver o 1×0 a decisão vai para os pênnaltis.

Apesar de poder contar com empate e derrota, o Rubro-negro tem dois desfalques de peso. O zagueiro e capitão Durval cumpre suspensão pelo terceiro amarelo, assim com o volante Rithely. Em compensação, o técnico Paulo Roberto Falcão tem o retorno do lateral-esquerdo Renê.

SUBSTITUTOS
O técnico Paulo Roberto Falcão mantém os nomes dos substitutos em sigilo. Mas não deve fugir muito das duas principais opções para os setores. Na zaga ele tem Matheus Ferraz, companheiro de zaga do próprio Durval até bem pouco tempo. Mas Luiz Antônio também está cotado. No meio, o mais provável é Luiz Antônio, até por ter uma característica mais próxima do titular. Ronaldo é a outra opção.

SEM VANTAGEM
Para Renê, o Sport não pode jogar com o regulamento embaixo do braço. O lateral acredita que a postura do Sport tem que ser pela vitória, mas atuando com inteligência. “O time deles se fecha bem atrás, mas na casa deles devem sair um pouco mais para o jogo. Temos um contra-ataque forte e podemos sair com a vitória”, apontou.

O goleiro Danilo Fernandes tem uma opinião semelhante à do companheiro de defesa. Para ele, o 1×0 conquistado na Ilha não garante nada. “Foi importante não tomar gol, mas vai ser difícil e temos que ir para vencer. Segurar resultado não ganha jogo”, ressaltou.

CAMPINENSE

Foto: Guga Matos/JC Online

Foto: Guga Matos/JC Online

No jogo em que marcar gol vai ser fundamental, o técnico do Campinense, Francisco Diá, tem o retorno de sua principal peça ofensiva. O atacante Rodrigão está de volta ao ataque depois de cumprir suspensão. Com isso, Bruno Correia vai para o banco.

Ficha do jogo:

Campinense
Gledson; Leandro Sobral, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Negretti, Magno, Jussimar e Róger Gaúcho; Raul e Rodrigão. Técnico: Francisco Diá.

Sport
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Henríquez, Matheus Ferraz (Luís Gustavo) e Renê; Serginho, Luiz Antônio (Ronaldo) e Diego Souza; Reinaldo Lenis, Vinícius Araújo e Mark González. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Local: Amigão, em Campina Grande (PB). Horário: 16h. Árbitro: Charles Hebert Cavalcante (AL). Assistentes: Rodrigo Guimarães e Eric Nunes (ambos de SE). Ingressos: R$ 40 (para a torcida do Sport).