Luverdense x Náutico

Náutico quer iniciar o returno quebrando jejum fora de casa

Gastón Filgueira está de volta. Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem – Autor: Wladmir Paulino

Nada melhor para quebrar um jejum do que enfrentar um adversário inferior tecnicamente. Esse raciocínio não é do Náutico, obviamente, mas muitos ds que leem essas linhas pode pensar dessa forma para o primeiro jogo do Timbu no returno da Série B. Afinal, o adversário é o Luverdense, 12 posições abaixo dos alvirrubros (5ºx12º) e 11 pontos a menos (32×21). O que pode conspirara contra é o fato de não ser o visitante incômodo. O time de Lisca venceu apenas uma longe da Arena Pernambuco, na segunda rodada, quando bateu o Boa Esporte por 1×0.

Completando, também há a temperatura elevada da região Centro-Oeste, agravada pelo fuso horário. Lá em Lucas do Rio Verde serão 15h30 quando Diego Almeida Real apitar pela primeira vez.

O TIME

football formations

Lisca mantém a escalação em segredo, mas o lateral-esquerdo Gastón Filgueira deve voltar, recuperado de uma inflamação no joelho. No time do retorno também está o atacante Douglas, ausente da rodada anterior por suspensão. A terceira alteração pode ser a entrada do meia Rogerinho. Ele entrou bem no jogo com o Bragantino, participando ativamente da vitória por 3×1 – inclusive marcando gol- e se aparecer no lugar de Hiltinho não será surpresa.

PALAVRA DO PROFESSOR
Como vai enfrentar os mesmos 19 adversários, invertendo apenas o mando de campo, o treinador alvirrubro falou em termos gerais comparando o que precisa ser feito a partir de agora diferente das 19 rodadas anteriores. Quem leu até aqui já adivinhou que é vencer fora. “Dentro de casa temos a melhor campanha da Série B. Agora precisamos fora de casa. Se tivéssemos uma vitória a mais e um empate estaríamos até brigando pelo título. Temos essa oportunidade agora e vamos trabalhar em cima disso.

O (NOVO?) CARA

Foto: JC Imagem.

Foto: JC Imagem.

Mesmo naquele início arrasador de cinco vitórias e um empate nas seis primeiras rodadas um jogador era insistentemente cornetado pela torcida. Fez um bom clássico contra o Santa Cruz – o Timbu venceu por 3×1 – mas foi pouco para um monte de gente. Finalmente deu a volta por cima com o Bragantino. Sofreu pênalti e fez gol de cabeça. Reconheceu que esteava em débito mas nunca esmoreceu. Agora tem outra chance de se firmar e se transformar no mais novo ‘cara’ do time.

O ADVERSÁRIO
O lateral Raul Prata e o atacante Luiz Eduardo são as baixas do LEC. Os dois cumprem suspensão. Para compensar as perdas, o técnico Júnior Rocha tem o retorno do volante Júlio Terceiro e do atacante Tozin.

Ficha do jogo:

Luverdense: Édson; Osman, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Da Matta, Júlio Terceiro, Diego Rosa e Lucas Fernandes; Tozin e Alípio. Técnico: Júnior Rocha.

Náutico: Júlio César; Lucas Farias, Ronaldo Alves, Rafael Pereira e Gastón Filgueira; João Ananias, William Magrão e Marino; Rogerinho, Patrick Vieira e Douglas. Técnico: Lisca.

Local: Passo das Emas (Lucas do Rio Verde-MT). Horário: 16h30. Árbitro: Diego Almeida Real (RS). Assistentes: Ciro Junqueira (DF) e Gleydson Silva (GO).