NÁUTICO 1X1 SAMPAIO CORRÊA

Empate com o Sampaio obriga Náutico a vencer fora

Autor: Thiago Wagner

O Náutico pode até não fazer bem o seu papel fora de casa, mas se vai manter esse estilo na Série B vai ter que se impor melhor dentro da Arena Pernambuco. Tal imposição foi ausente na noite desta sexta-feira, no empate em 1×1 com o Sampaio Corrêa. A igualdade além de impedir uma melhor aproximação do Timbu em relação ao G4, abaixou um pouco o ânimo dos alvirrubros na competição. É o tipo de resultado que obriga a equipe pernambucana a recuperar os pontos longe do Recife. Diones marcou para os visitantes, enquanto que Patrick Vieira empatou para os donos da casa.

A chance disso vem contra o Ceará já na próxima segunda-feira, no Castelão, em Fortaleza. Os três pontos contra os cearenses podem alavancar o Náutico novamente na Segundona. O Timbu tem 36 pontos e está em sexto. A posição ainda pode mudar com o fim da rodada. Já o Sampaio vai para segundo com 39. A Bolívia recebe o América-MG na próxima rodada.

Futebol pobre na arena

Apesar de serem duas equipes que brigam pelo acesso, Náutico e Sampaio Corrêa produziram um futebol pobre no gramado da Arena Pernambuco. Com muitos erros, principalmente na hora de criar, as duas equipes produziram uma partida que ficou concentrada no meio de campo, sem grandes oportunidades. Para se ter uma ideia, o Timbu pouco fez no segundo tempo, quando pouco agrediu a Bolívia Querida.

Para não dizer que tudo foi um deserto de ideias, tivemos os gols, que foram bonitos, cada um ao seu estilo. O do Sampaio foi uma bela cabeçada de Diones no canto de Júlio César, enquanto que o Náutico foi fruto de um bom chute de Patrick Vieira na grande área.

Falando propriamente do Timbu, faltou maior organização ao alvirrubros, que até tiveram mais posse de bola. Só que não adiantou de nada ter a redonda nos pés sem a capacidade de chegar com qualidade ao ataque. Além da criatividade, faltou intensidade ao Náutico para penetrar na área. Pior para a equipe de Lisca, que saiu perdendo com o empate. O Sampaio pode até ter feito um partida fraca tecnicamente, mas estava na dele ao ser mais precavido e buscar os contra-ataques. Até ficou perto de sair com a vitória não fosse o desperdício de Jheimy, mas ainda assim saiu no lucro ao levar um ponto importante para o Maranhão.

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO 1X1 SAMPAIO CORRÊA

Náutico: Júlio César; Lucas Farias, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón; João Ananias, Marino, Patrick Vieira (Daniel Morais) e Rogerinho (Bérgson); Hiltinho (Renato) e Douglas. Técnico: Lisca.

Sampaio Corrêa: Rodrigo; Marcelo, Mimica, Luiz Otávio e Raí; Léo Salino, Nádson, Diones e Valber (Léo Rodrigues); Jheimy (Douglas) e Pimentinha (Edgar). Técnico: Léo Condé.

Série B (23ª rodada). Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE). Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP). Auxiliares: Lorival Candido das Flores (RN) e Ubiratan Bruno Viana (RN). Gols: Diones (SC) aos 6, Patrick Vieira (N) aos 17 minutos do primeiro tempo. Amarelos: Léo Salino (SC), Diones (SC),DOuglas (N) e Edgar (SC). Público: 2.954. Renda: R$ 40.195.