NÁUTICO 2X0 CRICIÚMA

Náutico vence o Criciúma e vira líder da Série B

Douglas abriu o placar na vitória por 2×0. Fotos: Guga Matos / JC Imagem – Autor: Matheus Albino

O Náutico continua invicto na Série B. E agora é líder também. Nesta terça-feira o Timbu venceu o Criciúma por 2×0 e assumiu o primeiro lugar com nove pontos. O time resolveu o jogo no primeiro tempo, quando marcou os gols com Douglas e Ronaldo Alves. O que fica de alerta é a recuada no segundo tempo, onde permitiram que o adversário esboçasse uma pequena reação e criasse algumas chances de diminuir o placar.

O lado bom é que o time mostrou mais uma vez está mais arrumado taticamente e com disposição em campo, diferente da era Moacir Júnior no início da temporada, que agora comanda o time catarinense. Os gols alvirrubros foram marcados por Douglas Ronaldo Alves. Agora o técnico Lisca terá dez dias para preparar o time contra o Sampaio Corrêa, adversário da quarta rodada. Antes, o Timbu terá o grande jogo do ano pela Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (27) enfrenta o Flamengo, às 22h, no Maracanã.

Teve dança

Quem disse que um jogo entre Lisca e Neto Baiano seria tranquilo se enganou. Os dois evitaram os microfones durante a semana. Mas, quem vencesse certamente iria provocar. Ao final do jogo o técnico alvirrubro foi para a torcida dançando o ‘frescando’ de Neto Baiano e levou a torcida ao delírio. Dançando e olhando para trás, temendo uma possível chegada do atacante, ele comemorou a vitória, a liderança e o troco no atacante ex-Sport.

O jogo

Se o jogo contra o Criciúma era previsto como um teste de fogo, pode esquecer. O adversário mostrou muita desorganização tática e não pode ser considerado, no momento, um candidato ao acesso. O Náutico se impôs em campo e não tomou conhecimento do adversário. Os primeiros minutos provaram isso.

William Magrão fez boa estreia. Foto: Guga Matos / JC Imagem

William Magrão fez boa estreia. Foto: Guga Matos / JC Imagem

Enquanto o Tigre catarinense entrou defensivo e aguardando o rival; Lisca colocou o time para o ataque e se deu bem. Aos 12 minutos Gastón Filguera foi à linha de fundo e cruzou, Marino tocou para trás e Douglas fuzilou as redes adversárias. O Timbu não se acomodou e continuou marcando no ataque.

Sete minutos depois o segundo gol saiu, e com a contribuição do zagueiro Adalberto. Mais uma vez Gastón cruzou, o zagueiro catarinense tirou mal e quando foi completar, terminou fazendo ainda mais besteira. Acertou Douglas e o árbitro marcou pênalti. O zagueiro Ronaldo Alves foi para a cobrança e bateu com muita categoria. Com  2×0 o time recuou e deixou Lisca insatisfeito. Mesmo assim o Criciúma não levou muito perigo.

A melhor chance foi com Bruno Lopes, aos 31 minutos, quando chutou bonito de fora da área e obrigou Júlio César a praticar uma bela defesa. Na segunda etapa Moacir Júnior trocou um volante por um meia (Rafael Pereira por Douglas Pereira). Aos 15 Adalberto cabeceou na trave, na sobra Neto Baiano obrigou Júlio César a fazer milagre.

O Náutico achou que o jogo estava resolvido e atacou pouco. Se preocupou mais em segurar o resultado e apostou nos contra-ataques. Do outro lado Moacir Júnior foi para o desespero e colocou Silvinho e Jefferson. Os dois até deram velocidade ao time, mas não foram eficientes no ataque. Lisca mexeu no time também, colocou Pedro Carmona para segurar a bola. Mas o que chamou a atenção foi quando ele começou a reger os cantos da torcida, dando uma de maestro.

Público foi de pouco mais de 5 mil torcedores. Foto: Guga Matos / Blog do Torcedor

Público foi de pouco mais de 5 mil torcedores. Foto: Guga Matos / Blog do Torcedor

FICHA DA PARTIDA – NÁUTICO X CRICIÚMA

Náutico: Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gaston Filgueira; João Ananias, Marino, William Magrão (Bruno Alves) e Hiltinho; Rogerinho (Pedro Carmona) e Douglas (Renato). Técnico: Lisca.

Criciúma: Edson; Ezequiel, Adalberto, Fábio Ferreira e Adalberto; Rafael Pereira (Douglas Moreira), Rodrigo Andrade (Silvinho), Wellington e Cléber Santana; Neto Baiano e Bruno Lopes (Jefferson). Técnico: Moacir Júnior.

Série B (2ª rodada). Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE).  Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro – RN. Auxiliares: Flavio Gomes Barroca – RN e Jean Marcio dos Santos – RN. Gols: Douglas e Ronaldo Alves (aos 12 min e aos 19 min do 1°tempo). Cartões amarelos: (N) Ronaldo Alves, Gastón Filguera e William Magrão; (C) Fábio Ferreira, Cléber Santana, Silvinho e Jefferson. Público: 5,292. Renda R$ 81.550