Oeste 2×0 Náutico

Náutico perde para o Oeste mas não se distancia do G-4

Apesar de perder para o Oeste-SP por 2×0, neste sábado (3), no Estádio José Liberatti, em Osasco-SP, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, o Timbu permanece a quatro pontos do G-4. Os alvirrubros não eram derrotados há três partidas.

A rodada terminou com os alvirrubros com a mesma diferença de pontos para o grupo de acesso. O Náutico permanece no oitavo lugar, com 43 pontos. Nesta terça-feira, às 20h30, na Arena Pernambuco, o Náutico tentará a recuperação contra o Mogi Mirim.

O primeiro tempo foi de muita marcação e com poucos ataques dos times. A bola passou mais tempo na zona intermediária do campo. A primeira finalização foi do Oeste, aos oito minutos. Mazinho chutou de fora da área e a bola foi para fora. Aos 24, o meia paulista arrematou fraco e Júlio César defendeu.

O Náutico chegou com perigo aos 30. João Ananias fez boa jogada, tabelou com Daniel Morais e devolveu para o atacante, que finalizou para fora. O Oeste respondeu no lance seguinte. Renan Mota chutou de fora da área e acertou a trave. Os paulistas abriram o placar aos 34. Mazinho recebeu a bola na grande área e tocou na saída de Júlio César. Em cobrança de falta, aos 47, Lucas Farias tentou acerta o ângulo direito e a bola passou perto.

Na segunda etapa, o Timbu voltou com Willian Magrão e Hiltinho nas vagas de Jackson Caucaia e Bruno Alves. As substituições fizeram efeito e os alvirrubros começaram a parte final do jogo em cima, em busca do empate. Apesar o maior volume de jogo, o Oeste foi quem levou perigo primeiro. Aos 15, em bola cruzada pela esquerda, Kahê cabeceou por cima.

Por pouco o Náutico não empatou aos 17. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Hiltinho, que chutou forte da entrada da área e o goleiro Leandro Santos fez grande defesa. Após a cobrança, Ronaldo Alves cabeceou e o arqueiro do Oeste salvou novamente.

O Timbu estava pressionando, mas os paulistas conseguiram fazer o segundo gol aos 34. Patrik chutou da entrada da área e acertou o canto esquerdo de Júlio César. Aos 36, Daniel Morais cabeceou e o goleiro do Oeste defendeu. No final, o Náutico permaneceu no ataque, mas não conseguiu diminuir o placar.

Hildo Neto / Comunicação CNC