Ponte Preta x Sport

Em fases turbulentas, Sport e Ponte Preta decidem vaga nas quartas da Sul-Americana

Ficha do jogo

Ponte Preta

João Carlos; Nino Paraíba (Jeferson), Marllon, Luan Peres (Rodrigo) e Danilo Barcelos; Naldo, Elton (Wendel) e Renato Cajá; Felipe Saraiva, Lucca e Léo Gamalho. Técnico: João Brigatti (interino).

Sport

Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henriquez e Sander; Patrick, Rithely, Mena, Lenis e Diego Souza; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
Estádio: Moisés Lucarelli (Campinas-SP). 
Horário: 19h15.
 Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador). 
Assistentes: Byron Romero e Juan Macias (ambos do Equador).

Com time desfigurado, Sport estreia no Brasileiro de olho na final do Nordestão

Ficha do jogo

Ponte Preta
Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Fernando Bob, Elton, Jádson e Ravanelli; Clayson e Lucca. Técnico: Gílson Kleina
Sport
Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Igor Ribeiro e Evandro; Rodrigo, Neto Moura e Everton Felipe; Osvaldo, André e Rogério. Técnico: Ney Franco.
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).
Horário: 16h.
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS).
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo (ambos do MS).

Sport encerra campanha de olho em prêmio milionário

Sport encerra sua campanha na temporada 2015. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem. – Autor: Wladmir Paulino

A vaga na Libertadores já era, mas o Sport entra em campo diante da Ponte Preta, neste domingo (6), no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo vale o quinto lugar para os rubro-negros – a depender de outros resultados – o que vale uma vaga direta nas oitavas da Copa do Brasil 2016 e uma premiação em dinheiro que pode chegar a R$ 2,2 milhões.

A campanha já é a melhor do clube na história dos pontos corridos com os atuais 56 pontos, mas os jogadores querem aumentar ainda mais essa marca. “Não conseguimos chegar ao nosso objetivo, que era o G-4. Agora, queremos terminar o mais em cima possível na classificação. Um quinto lugar seria excelente pela campanha que fizemos. Essa premiação é boa para o clube”, ressaltou o zagueiro Matheus Ferraz.

DESFALQUES
O técnico Paulo Roberto Falcão não conta com dois terços de seu meio de campo titular. Os volantes Wendel e Rithely cumprem suspensão pelo terceiro amarelo, mesmo caso do atacante Marlone. As vagas no setor de criação devem ser herdadas por dois jogadores formados nas divisões de base: Neto Moura e Ronaldo. No setor ofensivo o comandante tem duas opções: Régis, meia de origem; e Maikon Leite, este, atacante de ofício.

“Conversei com os atletas sobre a possibilidade de nos classificarmos direto para as oitavas de final da Copa do Brasil do ano que vem. Eles sabem da importância disso. Mas não depende só de nós. Então, vamos fazer a nossa parte e depois ver o que acontece”, disse Falcão.

O ADVERSÁRIO
Em décimo lugar com 51 pontos, a Ponte Preta não tem mais aspirações, tanto que vai escalar um time repleto de reservas. As exceções são Gilson (lateral-esquerdo), Cristian (meia) e os atacantes Clayson e Alexandro. O técnico Felipe Moreira quer aproveitar para dar uma oportunidade a quem atuou pouco no Brasileirão.

Ficha do jogo:

Ponte Preta: João Carlos; Juninho, Tiago Alves, Fábio Ferreira e Gilson; Marcos Serrato, Josimar e Clayson; Cristian, Alexandro e Leandrinho. Técnico: Felipe Moreira.

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Ronaldo, Neto Moura e Diego Souza; Élber, André e Régis (Maikon Leite). Técnico: Falcão.

Local: Moisés Lucarelli (Campinas-SP). Horário: 16h. Árbitro: Péricles Bassols (RJ). Assistentes: Rodrigo Corrêa e Fábio Pereira (TO).