Salgueiro 0x2 Náutico

Náutico vence Salgueiro e garante liderança do Estadual

Autor: Davi Saboya

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

O Náutico venceu o Salgueiro por 2×0, neste domingo (10), no Cornélio de Barros, em partida válida pela 10ª rodada (última) do Campeonato Pernambucano. Com o resultado, o Timbu garantiu a primeira colocação no Hexagonal do Título e vai enfrentar o Santa Cruz nas semifinais. Nos dois confrontos entre os clubes no Estadual, o Alvirrubro conqusitou duas vitórias. Destaque para atuação do meia Esquerdinha, do Náutico, que entrou no segundo tempo, e melhou o rendimento do ataque.

Os comandados do técnico Gilmar Dal Pozzo conseguiram apagar a atuação da última quinta-feira (7) onde o Timbu foi eliminado da Copa do Brasil para o Vitória da COnqusita dentro de casa. Com boa marcação em toda a partida, o Náutico conseguiu segurar o Salgueiro no Cornélio de Barros.

JOGO

A partida começou com as duas equipes explorando a marcação e sem nenhuma chance de perigo para os dois lados. Até os 18 minutos, nenhum dos dois times conseguiram colocar os goleiro Mondragon e Júlio César. A melhor jogada foi criada pelo Timbu, mas o atacante Thiago Santana desperdiçou o lance. Ele arrancou, passou pelos dois zagueiros e bateu para longe.

Só que quando a etapa inicial se encaminhava para os 25, o Náutico teve sucesso na primeira jogada criada. Joazi arrancou pela lateral direito, cruzou rasteiro para Renan Oliveira, que bateu e a bola desviou no zagueiro Maurício. Thiago Santana pegou a sobra e mandou para o fundo da rede. Pouco tempo depois, o Salgueiro teve a oportunidade de empate. Lucas Piauí saiu na cara de Júlio César, mas não bateu fraco e perdeu a oportunidade.

Os primeiros 45 minutos não foram de muitos lances perigosos. Apesar de um susto após o gol, o Náutico conseguiu segurar o time sertanejo nos seus domínios e teve uma maior posse de bola.

Atrás no placar, o Salgueiro começou o segundo tempo melhor que o Náutico. Os primeiros dez minutos foram de pressão do Carcará em cima do Timbu explorando as bola aéreas e as jogadas pelo meio onde os alvirrubros davam muito espaço. Depois do cruzamento de Moreilândia, Anderson Lessa por pouco não empata a partida. Logo em seguida, os donos da casa tiveram uma falta perigosa na entrada da grande área. Lessa cobrou colocado e abola tirou tinta da trave. O goleiro Júlio César ficou parado olhando a bola sair pela linha de fundo.

Só aos 25, o Náutico começou a encaixar a saída de bola e desafogar a defesa. Tanto que após boa triangulação, Esquerdinha deixou Matheus na cara do gol, que fez, mas estava em impedimento. Já o Salgueiro diminuiu o rítmo do início do segundo tempo. Depois da entrada do meia Esquerdinha, o Timbu conseguiu ter mais velocidade no ataque. Thiago Santana e Matheus receberam bons passes, mas não conseguiram completar o lance. A equipe serteneja explorava as bolas alçadas na área e assuatava o time vermelho e branco, já que a defesa alvirrubra perdeu a maioria dos lances.

Nos últimos minutos, o Salgueiro pressionou o Náutico em busca do empate, mas não conseguiu levar perigo a meta do goleiro Júlio César, que só trabalhou nas bolas áreas que o time sertaneja explorava. O Timbu não conseguiu encaixar nenhum contra-ataque. Só que aos 44, Esquerdinha cobrou uma bela falta na entrada da grande área e sacramentou o resultado.

FICHA TÉCNICA

Salgueiro – Mondragon, Marcos Tamandaré (Toty), Maurício, Rogério, Daniel; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Lucas Piauí (Cássio), Paulinho Mossoró; Anderson Lessa (Alexon) e Piauí

Náutico – Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Fabiano Eller, Gastón; Ygor, Rodrigo Souza, Renan Oliveira (Esquerdinha), Gil Mineiro (Eduardinho); Rony (Matheus) e Thiago Santana. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Cornélio de Barros (Salgueiro). Horário: 16h. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Marcelino Castro. Cartões Amarelos: Ygor, Matheuse Júlio César (Náutico). Gols: Thiago Santana aos 21′ do 1ºT e Esquerdinha aos 44′ do 2ºT (Náutico). Público: 6.011 torcedores. Renda: 13.688 reais.