Salgueiro 0x2 Sport

Salgueiro é dominado pelo Flamengo, perde por 2 a 0 e não faz o jogo de volta no Maracanã

 João de Andrade Neto /Superesportes

Muito superior durante os 90 minutos, Flamengo venceu por dois gols de diferença, eliminando a volta

O Salgueiro sentiu o peso de um jogo histórico e aguardando ansiosamente por toda a cidade. Mesmo tendo o apoio da maioria da torcida que lotou o Cornélio de Barros, o Carcará não foi páreo para o Flamengo. Respeitando demais o clube carioca e mostrando um complexo que já não apresenta quando encara os três grandes de Pernambuco, os sertanejos foram derrotados por 2 a 0 e estão eliminados da Copa do Brasil. Os cariocas agora esperam o adversário na 3ª fase da competição, que pode ser o Náutico.

Com uma postura acuada e medrosa desde o primeiro tempo, o time sertanejo apenas “assistiu” o Flamengo dominar toda a partida. Tanto em posse de bola, quanto em chances criadas, o time carioca atropelou os donos da casa. Tanto que o placar de 1 a 0 nos primeiros 45 minutos ficou barato para os sertanejos.

Sem precisar se esforçar muito, o Flamengo criou, com facilidade, pelo menos cinco boas chances no primeiro tempo. Mas demorou para abrir o marcador. O gol saiu apenas aos 39 minutos, quando Arthur Maia aproveitou, de primeira, um cruzamento da linha de fundo de Márcio Araújo. Gol que ajudou a “desmascarar” muitos torcedores do Flamengo “infiltrados” na torcida do Salgueiro.

Pelo lado dos donos da casa, pouco a se registrar na etapa inicial. Além de uma inexplicável passividade, os jogadores do Salgueiro deixavam claro o nervosismo com a partida ao errar passes e finalizações de forma infantil. Além disso, abusou das ligações diretas da defesa para o ataque. O goleiro do Flamengo, Paulo Victor foi um mero expectador.

No retorno para o segundo tempo, o técnico Sérgio China tentou tirar o Salgueiro da defesa ao colocar o atacante Kanu na vaga do volante Moreilândia. Porém, não demorou para o Flamengo ampliar. Logo aos dois minutos, Marcelo Cirino recebeu na área, ganhou da defesa, e tocou tirando do alcance de Luciano para ampliar.

O gol assustou de vez os jogadores do Salgueiro. Poucos minutos depois, o próprio Marcelo Cirino, em jogada semelhante, mandou na trave de Luciano. Sérgio China ainda tentou dar nova vida ao Carcará com a entrada de Valdeir na vaga de Rodolfo Potiguar, mas o fato é que, no sertão pernambucano, o Flamengo não precisou suar muito para avançar na Copa do Brasil. Já aos 44 minutos, Kanu teve a chance de manter o jogo de volta, no Maracanã. Mas, sozinho na área, cabeceou para fora a única chance clara de gol do Salgueiro no jogo.

Ficha do jogo

Salgueiro

Luciano; Marcos Tamandaré; Ranieri, Rogério Paraíba e Lúcio; Pio, Rodolfo Potiguar (Valdeir), Moreilândia (Kanu) e Vítor Caicó; Paulinho Mossoró e Cássio (Marlon). Técnico: Sérgio China.

Flamengo

Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas (Lucas Mugni), Márcio Araújo e Arthur Maia (Almir); Everton (Alecsandro), Marcelo Cirino e Gabriel. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP). Assistentes: Danilo Ricardo Simon e Fábio Rogério Baesteiro (ambos de SP). Gols: Arthur Maia (39 min do 1º), Marcelo Cirino (2 min do 2º). Cartões amarelos: Jonas (F), Moreilândia (S). Expulsão: Gabriel (F)

Atuações

Luciano – 5

Marcos Tamandaré – 4

Ranieri – 3

Rogério – 4

Lúcio – 3

Pio – 4

Rodolfo Potiguar – 5

Valdeir – 4

Moreilândia – 4

Kanu – 5

Vítor Caicó – 3,5

Paulinho Mossoró – 3,5

Cássio – 3

Marlon – sem nota