SANTA CRUZ 0X1 SALGUEIRO

Santa Cruz perde e terá que administrar dura pressão

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem – Autor: Thiago Wagner

Pressão. Essa será uma palavra muito presente na semana do Santa Cruz depois da derrota por 1×0 para o Salgueiro, em pleno Arruda, na noite deste sábado, pelo Pernambucano. Não só pela derrota, mas pelo momento que o Tricolor vive. Foi a terceira derrota dos corais em quatro jogos, sendo a segunda no Arruda. Para uma equipe que só tem o Estadual para disputar – o que implica em muito tempo para treinar -, está devendo. A situação assusta ainda mais o torcedor quando ele lembra que agora há dois clássicos com o Náutico pela frente. Um cenário que definitivamente não é bom para o técnico Ricardinho, que vai ser muito cobrado na semana.

Desperdício coral custa caro

Quem não faz leva. Pode parecer clichê, mas essa pe uma boa, e simples, definição para o que foi a partida nesta noite. O Santa Cruz teve um amplo domínio ofensivo, principalmente no primeiro tempo, e criou as melhores chances de gol. Chegou até a mandar duas bolas na trave. Parecia que o gol coral sairia a qualquer momento tamanha a pressão dos donos da casa. Só que os erros de finalização e a afobação na hora do passe final atrapalharam para que as redes fossem balançadas. Mal sabia o torcedor que tanto desperdício custaria tão caro mais na frente.

Isso porque o Salgueiro não ficou perdido no gramado o tempo todo. O técnico Sérgio China enxergou bem as falhas da própria equipe e mudou o panorama do duelo no intervalo. Fez o que todo comandante tem que fazer quando o time vai mal: mexeu. Acionou Berger e equilibrou a partida. Ainda deu sorte que o jogador acionado fez o gol da vitória após rebote de Bruno na pequena área. A vitória do Carcará teve muito o dedo de China.

Torcida não perdoa Bruno

Um dos vilões da derrota tricolor, pelo menos de acordo com a torcida, foi o goleiro Bruno. Os torcedores não perdoaram o arqueiro pelo lance que originou o gol do Salgueiro – ele ficou indeciso na saída do gol. A cada vez que Bruno tocava na bola vinha uma sonora vaia.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ 0X1 SALGUEIRO

Santa Cruz: Bruno; Bileu (Williams), Alemão, Danny Morais e Renatinho; Sitta, Emerson Santos (Thiaguinho), Biteco (Raniel) e João Paulo; Waldison e Betinho. Técnico: Ricardinho.

Salgueiro: Luciano; Tamandaré, Ranieri, Marlon (Berger) e Rogério; Pio, Rodolfo, Morailândia e Vitor Caicó (Kanu); Valdeir e Paulo Júnior (Clebinho). Técnico: Sérgio China.

Pernambucano. Local: Arruda, Recife (PE). Árbitro: Claudio Luciano Mercante Pessoa Junior. Auxiliares: Cleberson Nascimento Leite e José Daniel Torres de Araújo. Gols: Berger (SAL) aos 9 minutos do segundo tempo. Amarelos: Alemão (SC) e Paulo Júnior (SC), Vermelho: Tamandaré (SAL) e João Paulo (SC) – ambos com dois amarelos.