Santa Cruz 4 x 2 América-PE

Santa Cruz bate América e cria perspectivas para o futuro

Autor: Thiago Wagner

Wallyson marcou na partida. Fotos: André Nery/JC Imagem

O Santa Cruz não mostrou um primor de futebol para vencer o América por 4×2 na noite desta quinta-feira, no Arruda. Mas fez o suficiente para garantir a primeira vitória no Pernambucano 2016. Um alívio e tanto para o atual campeão estadual. Tropeçar contra o Mequinha traria uma pressão muito grande sobre os corais, principalmente porque o grupo é praticamente o mesmo do ano passado. Mas a vitória veio e trouxe boas perspectivas para os tricolores no futuro, já que o técnico Marcelo Martelotte mexeu bastante na equipe. Acabou que os jogadores acionados corresponderam no geral.

Com a tranquilidade de ter vencido a primeira no Estadual e de ter assumido a vice-liderança na competição, o Santa Cruz agora se foca para o Nordestão. A estreia é contra o Bahia, neste domingo, às 16h, no Arruda. Pelo Pernambucano, o Tricolor só volta a campo no dia 21, contra o Sport, na Ilha do Retiro.

 

Poderia ter sido mais fácil

Se não fossem os gols sofridos, um em cada tempo, poderíamos dizer que o Santa Cruz dominou por completo o adversário. Contra uma equipe que marcou muito mal, o Tricolor teve muita liberdade para chegar ao ataque, tanto que marcou quatro gols com facilidade, sem contar o pênalti perdido por Daniel Costa. O placar de 4×2 não foi bem um reflexo do que aconteceu no gramado, já que o Mequinha foi uma equipe muito frágil tanto na defesa como no ataque.

joaopaulo-AN

Mesmo assim, o Santa Cruz sofreu mais do que deveria na partida. Muito porque cansou de perder gols claros e principalmente por conta das falhas defensivas. A dupla Neris e Danny Morais vacilou em duas oportunidades e pagou caro com dois gols do América. Menos mal, que o ataque conseguiu marcar mais lá na frente. Ainda assim, fica o alerta para os próximos jogos do Tricolor. Não pode dar tanta bobeira assim, ainda mais em ano de Série A.

Wallyson mostra serviço

wallyson-AN4

Em seu primeiro jogo como titular, Wallyson tratou logo de mostrar serviço. Foi um dos melhores em campo, dando opções de jogo nas laterais, e ainda deixou o dele, no primeiro tempo. Dificilmente vai perder a posição mais na frente.

Gilberto Castro se atrapalha

gilbertocastro-AN

Um dado negativo da partida foi a atuação do árbitro Gilberto Castro Jr. Além de marcar um pênalti para lá de duvidoso a favor do Santa Cruz, ainda expulsou o atacante Keno de maneira injusta. Ou seja, desagradou a todos no campo.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ 4×2 AMÉRICA

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Lucas Ramon, Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cézar e Dedé; João Paulo, Wallyson (Keno) e Lelê (Daniel Costa); Arthur (Bruno Moraes). Técnico: Marcelo Martelotte.

América: Delone; Da Silva (Carlinhos Bala), Danilo, Yuri e Ricardinho; Glauber (Carioca), Danyel, Gaibu e Thiago Laranjeira; Netto (Cesinha) e Ewerton Bala. Técnico: Charles Muniz.

Pernambucano 2016. Local: Arruda, Recife (PE). Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior. Auxiliares: Ricardo Bezerra Chianca e Charles Rosas Pires. Gols: Wallyson (SC) aos 19, Bruno Moraes (SC) aos 38 e Thiago Laranjeira (A) aos 42 minutos do primeiro tempo; João Paulo (SC) aos 8 e Carlinhos Bala (A) aos 23 e Allan Vieira (SC) aos 48 minutos do segundo. Amarelos: Wellington Cézar (SC), Glauber (SC), João Paulo (SC), Delone (A), Gaibu (A) e Wallyson (SC). Vermelho: Danyel (A) – dois amarelos e Keno (SC). Público: 5.511.