Santos x Sport

Desacostumado a vitórias fora de casa na Série A, Sport visita o Santos, na Vila Belmiro

Ficha do jogo

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Nogueira e Jean Mota; Renato, Tiago Maia e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke. Técnico: Levir Culpi.

Sport
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Thallyson (Fabrício) Patrick, e Diego Souza; Everton Felipe (Lenis), Osvaldo e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: Vila Belmiro (Santos-SP). Horário: 19h. Árbitro: Rafael Traci (PR). Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).

Sport vai em busca das oitavas da Copa do Brasil na Vila Belmiro

No primeiro jogo Renê marcou o gol da vitória do Sport. Foto: Diego Nigro/JC Imagem. – Autor: Wladmir Paulino

Por motivos distintos, Santos e Sport têm o foco maior no Brasileiro, mas ambos dão um tempo para disputar uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (22), a partir das 22h, na Vila Belmiro. A vantagem é do time pernambucano, que venceu na Ilha do Retiro por 2×1 e avança com qualquer empate. Se perder por um gol de diferença a partir de 3×2 (4×3, 5×4…) também fica com a vaga. O Santos pode se classificar com um 1×0 ou vitória por dois gols de diferença com os rubro-negros marcando. Se o Peixe devolver o placar do Recife a definição vai para as cobranças de pênaltis.

» Recuperação de Maikon Leite será mais curta

O FOCO É OUTRO
O técnico Eduardo Baptista e o vice-presidente Arnaldo Barros já avisaram: a prioridade do Sport é o Brasileirão. Por conta de uma logística menos complicada, a diretoria optou por tentar avançar na Copa do Brasil em detrimento à Copa Sul-Americana, competição em que na fase internacional requer um esforço maior nos deslocamentos. Já o Santos abre a zona de rebaixamento do Brasileiro com 13 pontos e precisa lutar para evitar o vexame: o Peixe é um dos quatro clubes que nunca disputaram a Série B. Internacional, Flamengo e São Paulo são os outros.

DESFALQUES

Ferrugem será titular do Sport pela primeira vez. Foto: Guga Matos/JC Imagem.

Ferrugem será titular do Sport pela primeira vez. Foto: Guga Matos/JC Imagem.

O Sport só tem dois desfalques, ambos pelo regulamento que não permite a um jogador disputar a Copa do Brasil por duas equipes diferentes. Por isso, o lateral-direito Samuel Xavier e o zagueiro Mateus Ferraz ficam de fora. Ferrugem, que estreou fazendo gol diante do São Paulo, e Ewerton Páscoa são os substitutos.

PALAVRA DO PROFESSOR
O técnico leonino acredita que o momento ruim do adversário na Série A dificulta ainda mais a vida de seu time. “É um time que vem pressionado pelos maus resultados no Brasileirão, ainda mais por estar atuando dentro de casa. Dorival Júnior (técnico santista) chegou recentemente à Vila e vem dando um padrão ao time deles. Temos que tomar cuidado, marcando bem e jogando quando estivermos com a bola nos pés. Precisamos nos impor”.

O ADVERSÁRIO
O cérebro do Santos, o meia Lucas Lima, não enfrenta seu ex-time por cumprir suspensão – terceiro amarelo. Por coincidência ele será substituído por outro jogador com passagem pela Ilha do Retiro: Marquinhos Gabriel. O volante Thiago Maia, machucado, cede o posto a Paulo Ricardo.

Ficha do jogo:

Santos: Vanderlei; Vítor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Paulo Ricardo, Renato e Marquinhos Gabriel; Geuvânio, Ricardo Oliveira e Gabriel. Técnico: Dorival Júnior.

Sport: Danilo Fernandes; Ferrugem, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel e Diego Souza; Marlone, André e Elber. Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Vila Belmiro (Santos-SP). Horário: 22h. Árbitro: Paulo Salmazio (MS). Assistentes: Eduardo da Cruz (MS) e Fabiano Ramires (ES).

Diante do Santos, Sport quer estrear com pé direito no Brasileirão

Durval está confirmado no tim do Sport e, assim, vai encarar seu ex-clube pela primeira vez/Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem / Autor: Marcelo Cavalcante

A final do Pernambucano Coca-Cola 2014 acontece na próxima quarta-feira, mas o técnico do Sport, Eduardo Baptista,  não quer saber de moleza. Neste domingo, a partir das 18h30, na Vila Belmiro, o Leão faz sua estreia no Brasileirão, diante do Santos e o comandante rubro-negro manda a campo sua força máxima. Baptista que, neste início de competição, surpreender os rivais antes da paralisação por conta da Copa do Mundo. E, para isso, não vai poupar ninguém apesar da decisão no Estadual, diante do Náutico. Contra o Peixe, a ideia é valorizar a posse de bola no setor ofensivo e bloquear as jogadas do time paulista. Mas a missão não é fácil. Afinal, o time do técnico Oswaldo Oliveira venceu todos os jogos que fez em seu estádio. Até agora foram 11 vitórias, 26 gols marcados e cinco sofridos.

Eduardo Baptista sabe da força que o adversário tem. Por isso, o comandante pediu atenção máxima dos seus atletas. A única mudança confirmada no time que vinha jogando é a saída do meia Aílton, que está desgastando fisicamente. O treinador rubro-negro já confirmou a entrada do experiente Renan Oliveira. É possível que Eduardo também mude em outra posição. Wendell também pode ser sacado pelo mesmo motivo. Nesse caso, surge uma dúvida para saber quem entra na equipe: Ananias ou Danilo? A definição deve acontecer momentos antes da partida começar.

Para o comandante rubro-negro, apesar de se dividir e o Estadual e o Brasileirão, a equipe encontrou um perfil interessante para iniciar o segundo semestre bem. “Nesses seis últimos jogos, entramos dentro da realidade da Série A. Não em termos de poderio financeiro, mas de motivação. Tivemos jogos difíceis, como jogar uma final de Copa do Nordeste no Castelão, as partidas das semifinais do Pernambucano contra o Santa Cruz e uma final contra o Náutico. Com isso, nosso time já começou a respirar ares de Série A”, disse Baptista.

A meta dos rubro-negros é de conquistar de 15 a 18 pontos dos 27 que estarão em disputa até a pausa para a Copa do Mundo. Uma boa largada pode garantir tranquilidade ao grupo até o retorno dos jogos do Brasileirão. Por isso, o treinador quer o Sport “mordendo” o adversário do começou ao fim da partida. Os jogadores já assimilaram bem a ideia do comandante. “É importante ter o máximo de pontos possíveis porque depois temos um tempo de descanso para a cabeça e o professor Eduardo trabalhar mais a equipe. O campeonato é longo, mas passa muito rápido e três pontos que você perde no começo pode fazer falta lá na frente”, acrescentou o atacante Felipe Azevedo.

SANTOS

Depois de perder o título paulista para o Ituano, o Peixe venceu o Mixto, na Vila, por 3×0, e agora espera iniciar o Brasileirão com pé direito. O técnico Oswaldo de Oliveira confirmou as escalações do meia Cícero e o atacante Leandro Damião, que se recuperaram de contusões musculares.

A partida também chama a atenção pelos reencontros de alguns jogadores. No lado do Sport, Durval vai encarar pela primeira vez o Santos desde a sua saída do clube, no final do ano. Pelo lado do Peixe, Lucas Lima vai enfrentar o Sport, clube onde se destacou no ano passado na Série B. Certamente, os dois serviram de informante para os seus respectivos treinadores.

Ficha técnica

Santos
Aranha; Cicinho, Neto, David Braz e Mena; Alan Santos, Arouca, Geuvânio e Cícero; Thiago Ribeiro e Leandro Damião. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Sport
Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Ewerton Páscoa, Wendel (Danilo ou Ananias) e Renan Oliveira; Felipe Azevedo e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP). Horário: 18h30.Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA). Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ).