SPORT 2X1 JOINVILLE

Sport não repete boas atuações, mas vence Joinville e obtém vantagem na Copa do Brasil

Ficha do jogo

Sport 2
Magrão; Samuel Xavier (Leandro Pereira), Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício, Rithely e Everton Felipe (Lenis); Diego Souza, André (Juninho) e Rogério. Técnico: Ney Franco.
Joinville 1
Matheus; Caíque, Henrique Mattos, Max e Gustavo; Danrlei, Tinga e Lúcio Flávio (Matheus Silva) e Alex Ruan (Aldair), Bruno Batata e Breno (Fabinho Alves). Técnico: Fabinho Santos.
Local: Ilha do Retiro.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR).
Assistentes: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR).
Gols: Rithely (24 min do 1º) , Bruno Batata (1 min do 2º) e Juninho (38 min do 2º).
Cartões amarelos: Caíque, Breno (J), Samuel Xavier e Juninho (S).
Público: 4.781.
Renda: R$ 77.050

Sport vence e segue com moral no Brasileirão

Fotos: Diego Nigro/JC Imagem – Autor: Thiago Wagner

Beleza, o Sport pode não ser uma equipe perfeita, mas ninguém pode dizer que o time não está sendo eficiente neste início de Brasileirão, onde segue invicto. Com tal característica, mostrou força e fez o que se esperava dele neste sábado, na Ilha do Retiro: bateu o Joinville por 2×1, pela sétima rodada da Série A. Maikon Leite marcou duas vezes pelos leoninos, enquanto Marcelinho Paraíba descontou para o adversário. A vitória dá não só os três pontos, como também traz ainda mais moral para os rubro-negros na sequência da competição. Isso será fundamental para os comandados de Eduardo Baptista seguirem firme nas cabeças da classificação.

Com a vitória, o Sport permanece no G4 com 15 pontos. Está em terceiro de maneira provisória, mas pode perder a posição com o complemento da rodada. Já o JEC continua na lanterna com um ponto. Na próxima rodada, o Leão encara o Vasco, na Arena Pernambuco, enquanto os catarinenses duelam com o Goiás.

Maikonleite-diego1

Fácil, mas nem tanto

Por mais que futebol não seja uma ciência exata, ousamos dizer que o Sport só não fez um placar maior contra o Joinville porque meio que tirou o pé em parte do segundo tempo, até com certo exagero já que tomou uma pequena pressão nos minutos finais. A diferença de qualidade entre as duas equipes, que é digna da classificação do campeonato, foi o fator preponderante para isso. Bastou o Leão se impor um pouco mais para chegar aos seus gols, ainda no primeiro tempo.

No fim das contas, os rubro-negros poderiam até construir uma vitória mais fácil, sem sustos como o gol de Marcelinho Paraíba, mas a impressão real é que o sufoco rápido no fim da partida só foi possível porque o Leão relaxou um pouco no gramado. Mesmo assim os três pontos vieram. Bom para a equipe de Eduardo Baptista, que somou três pontos de maneira tranquila na Ilha do Retiro.

Mandou bem

maikonleite-diego

Pelos dois gols feitos é impossível dizer que Maikon Leite não foi o destaque do jogo. Ele já é o artilheiro do clube no Brasileirão ao lado de Diego Souza. São três gols ao todos. Definitivamente vem correspondendo ao torcedor neste início de passagem dele pelo Leão.

Conta comigo

Maikon Leite pode ter garantido a vitória com os gols, mas o goleiro Danilo Fernandes também merece destaque na partida. Não que ele tenha sofrido uma enorme pressão do adversário, mas nas vezes que foi acionado demonstrou muita segurança. Destaque para uma grande defesa ainda no primeiro tempo, quando teve o atacante cara a cara. O substituto de Magrão vem indo muito bem até agora.

FICHA DA PARTIDA – SPORT X JOINVILLE

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz (Páscoa), Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha e Neto Moura (Danilo); Diego Souza, Maikon Leite e Samuel (André). Técnico: Eduardo Baptista.

Joinville: Agenor; Mario Sérgio, Dankler, Guti e Diego; Anselmo, Augusto César, Naldo e William Popp (Jael); Tiago Luís (Marcelinho Paraíba) e Rafael Costa (Kempes). Técnico: Adílson Baptista.

Série A (7ª rodada). Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC). Auxiliares: Nadine Schramm Camara Bastos (SC) e Clovis Amaral da Silva (PE). Gols: Maikon Leite (S) aos 15 e aos 38 minutos do primeiro tempo. Marcelinho Paraíba (J) aos 33 do segundo. Amarelos: Guti (J), Anselmo (J), Augusto César (J) e Dankler (J), Público: 11.020.