SPORT X CHAPECOENSE

Pressionado e reformulado, Sport tenta se reencontrar na Série A diante da Chapecoense

Ficha do jogo

Sport

Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Fellipe Bastos, Andrigo, Gabriel e Marlone; Carlos Henrique. Técnico: Claudinei Oliveira

Chapecoense

Jandrei; Eduardo, Douglas, Rafael Thyere e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos e Yann Rolim (Cantero); Bruno Silva, Osman e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina
Local: Ilha do Retiro
Data: 5/8/2018 (domingo)
Horário: 19h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG/Fifa)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG/Fifa) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Ingressos: R$ 10 (arquibancada sede sócios); R$ 15 (sociais; arquibancada frontal sócios; camarote, cadeira central, assento especial, cadeira ampliação para proprietário e sócio); R$ 20 (visitante; arquibancada sede não-sócio); R$ 30 (cadeira ampliação e assento especial sócio; arquibancada frontal não-sócio); R$ 40 (cadeira central sócio; camarote e cadeira central proprietário); R$ 60 (assento especial e cadeira ampliação não-sócio); R$ 80 (cadeira central)

Contra a Chape, Sport busca série de vitórias que não repete desde 2000 na Série A

Ficha do jogo

Sport

Magrão; Samuel Xavier; Henríquez, Ronaldo Alves e Sander; Patrick (Rodrigo), Rithely, Everton Felipe (Diego Souza), Osvaldo e Mena; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Chapecoense

Jandrei, Apodi, Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Girotto, Lucas Mineiro e Lucas Marques; Rossi, Arthur e Wellington Paulista. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Estádio: 
Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata-PE). Horário: 19h30. Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES). Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES). Ingressos: R$ 15 (anel superior leste), R$ 20 (anel inferior leste), R$ 40 (anel inferior sul) e R$ 50 (assento premium).

As melhores sequências de vitórias do Sport na história do Brasileirão:

2000

Sport 3 x 2 Fluminense 14
Santa Cruz 0 x 3 Sport
Sport 3 x 0 Gama
Flamengo 1 x 2 Sport
Encerada em:
Sport 2 x 2 Botafogo

Sport 1 x 0 América-MG
Atlético-MG 0 x 6 Sport
Remo 1 x 2 Sport
Sport 1 x 0 Remo
Encerrada em:
Grêmio 2 x 1 Sport

1985

Flamengo-PI 0 x 1 Sport
Sampaio Corrêa 2 x 4 Sport
Sport 5 x 1 Paysandu
Sport 2 x 0 Remo
Encerrada em:
Sport 1 x 2 Botafogo-PB

Sport 3 x 0 ABC
Sport 4 x 0 Sergipe
Sport 1 x 0 Ceará
CSA 0 x 2 Sport
Sport 1 x 0 Nacional
Encerrada em:
Mixto 2 x 1 Sport

Sport x Chapecoense em clima de mata-mata na Série A

Autor: Wladmir Paulino

Foto: André Nery/JC Imagem

A competição é no formato de pontos corridos mas o jogo com a Chapecoense, pelo Brasileirão neste domingo (27), pela 28ª rodada da Série A tem um caráter de mata-mata para o Sport. Hoje os rubro-negros estão mais próximos da zona de rebaixamento do que do G4. São sete pontos para a zona de Libertadores e seis para o grupo da queda. E o primeiro dessa turma ingrata é justamente a Chapecoense, que tem 31 pontos em 17º. Os leoninos estão em 11º com 11.

O técnico Paulo Roberto Falcão mantém a escalação em segredo. No primeiro trabalho para essa partida, com presença da imprensa, ele fez várias alterações. Na véspera fechou as portas e, se não forem tão radicais, algumas alterações devem acontecer. A primeira, que já aconteceu diante do Huracán na última quarta foi o recuo de Marlone para o setor de armação. Outra opção que pode ser trabalhada é adiantar Diego Souza para o lugar de Maikon Leite. Nesse caso uma vaga abriria no meio de campo, podendo ser ocupada por Neto Moura ou Wendel.

O CARA

Marlone é escolhido como padrinho do programa Base Mais Forte

Foto: JC Imagem

Depois de um período em baixa, o atacante Marlone tornou-se uma das peças fundamentais do Sport. Apesar da derrota para o Vasco, o camisa 8 já havia feito uma boa partida. Contra o Huracán ganhou nova função e levou sempre perigo à defesa argentina. O próprio jogador disse durante a semana que com a nova função se sentia mais leve para jogar.

FIQUE DE OLHO

Foto: André Nery/JC Imagem

Foto: André Nery/JC Imagem

Assim como Marlone, André também ganhou elogios do técnico não só pelo gol mas também pela boa movimentação e dar fazer o jogo correr no setor ofensivo, sempre confundindo os marcadores e dando opção como ‘garçom’. Para esse jogo ele tem uma motivação extra: estará completando 25 anos. “Domingo não tem desculpa, tem que ser a vitória. É um adversário direto e vai ser um dia especial para mim. Espero que quem ganhe o presente seja a torcida”.

O ADVERSÁRIO

Foto: André Nery/JC Imagem.

Foto: André Nery/JC Imagem.

Como está com a corda no pescoço, a Chapecoense resolveu poupar quase todos seus titulares na quinta-feira (24), quando empatou com o Libertad, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana. A prioridade vai ser o Brasileiro, com todos os jogadores à disposição do técnico Guto Ferreira.

Tentando escapar da zona do rebaixamento, a Chapecoense priorizou a partida contra o Sport. Por isso, poupou parte de seus titulares no empate por 1×1 com o Libertad, na quinta-feira, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana. Para o confronto na Ilha do Retiro, o técnico Guto Ferreira tem todos os seus titulares à disposição, inclusive o meia-atacante Camilo (ex-Sport).

Ficha do jogo:

Sport: Danilo Fernandes; Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Diego Souza, Régis e Marlone; Maikon Leite e André. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Chapecoense: Danilo; Matheus Caramelo, Wanderson, Neto e Tiago Costa; João Afonso, Cléber Santana, Wagner, Maylson e Camilo; Tiago Luis.
Técnico: Guto Ferreira.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 18h30. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG). Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Márcio Eustáquio Santiago (MG).

No aniversário, Sport quer dar presente ao torcedor

Diego Souza é o cara do Leão. Foto: Diego Nigro/JC Imagem – Autor: Thiago Wagner

Por mais que a Copa do Brasil não seja a prioridade do Sport na temporada, o clube só pode ir até a terceira fase da competição se quiser ir para a Sul-Americana, se classificar diante da Chapecoense tem a sua importância por três motivos. O primeiro é financeiro já que ir para a terceira etapa do mata-mata nacional rende premiação ao Leão. Além disso, vencer os catarinenses pode dar a moral que os rubro-negros precisam depois de frustrações do Pernambucano e Nordestão. No entanto, é o terceiro argumento que é mais importante. Como o confronto ocorre no dia de aniversário de 110 anos do clube, vencer é ideal para comemorar bem o dia com o torcedor. O jogo de volta é nesta quarta-feira, às 22h, na Ilha do Retiro. Como a ida foi 2×0 para a Chape, o Sport precisa vencer por três ou mais gols de diferença se quiserem se classificar. O empate e até a derrota por um diferença mínima classifica os visitantes.

Quase o mesmo time

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Foto: Guga Matos/JC Imagem

O técnico Eduardo Baptista resolveu não fazer mudanças técnicas na equipe que venceu o Figueirense, no último domingo, pelo Brasileirão. A única mexida é por questão burocrática. Sai Matheus Ferraz, que já atuou na Copa do Brasil por outro clube, para a entrada de Ewerton Páscoa na zaga. Outra alteração pode ser a saída de Élber, com contusão no tornozelo. Nesse caso entraria Régis. O restante do time, porém, é o mesmo que encarou o Figueira.

O cara

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Diego Souza. Pelo que fez na última partida leonina e pela necessidade do Sport em vencer por muitos gols, o camisa 87 acaba sendo a esperança da torcida. É quem pode decidir o confronto.

Fique de olho

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Magrão. Quando pisar no gramado da Ilha do Retiro, o goleiro completará 569 partidas pelo Sport e se tornará o jogador com maior número de jogos pelo clube, ao lado de Bria. Só por conta disso, vale apreciar o arqueiro no campo.

Chapecoense e a jornada para chegar ao Recife

Além de encarar o Sport, a Chapecoense terá que superar a jornada para chegar até o Recife. Foram mais de 24h de aeroportos para desembarcar na capital pernambucana. Tudo por conta do mau tempo em Florianópolis. O desgaste será um desafio para os catarinenses.

FICHA DA PARTIDA – SPORT X CHAPECOENSE

Sport: Magrão; Oswaldo, Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel e Élber (Régis); Diego Souza, Samuel e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Chapecoense: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Vilson e Dener; Elicarlos, Gil, Abuda e Camilo; Ananias e Roger. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Copa do Brasil (2ª rodada). Local: Ilha do Retiro, Recife (PE). Horário: Quarta-feira, às 22h. Árbitro: Caio Max Augusto Vieira – RN. Auxiliares: Luis Carlos Camara Bezerra e Ubiratan Bruno Viana (ambos do RN).