Unicef

Santa firma parceria com Unicef, unindo trabalho social e reorganização financeira

Por: Cassio Zirpoli

“Nunca vi isso em lugar nenhum. Quando cheguei no Brasil, me disseram que o Santa Cruz era o time do povo, que era o time dos excluídos, mas não poderia imaginar tanta sintonia para trabalhar pela inclusão social. Uma parceria com o Santa Cruz irá fortalecer o Unicef”.

A declaração foi dada pelo norte-americano Robert Glass, responsável pela coordenação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para o Nordeste, após a reunião que definiu a inédita parceria entre a organização e um clube de futebol da região. Com a aliança, o Tricolor expande o raio de ação com cursos para as categorias de base, funcionários do clube, professores e crianças de escolas públicas nas comunidades vizinhas ao Arruda. O primeiro passo da articulação junto à Unicef foi em maio de 2014, na adesão à campanha contra a violência infantil, recebendo o título “Time Defensor das Crianças“.

A implantação de projetos sociais promovida pelo Santa – um dos seis tópicos presentes no plano de metas de Alírio Moraes para 2015 – reforça a imagem da agremiação e ainda pode ser benéfica financeiramente, pois o clube protocolou junto à Prefeitura do Recife o projeto para ceder as dependências do Arruda para a prática esportiva de crianças carentes, em outra frente, com a ONG Pé no Chão. Como contrapartida, a remissão da dívida de R$ 25 milhões de IPTU, o que corresponde a 34% de todo o passivo do clube, de R$ 72 milhões.

Ou seja, transformar em ação literal a alcunha de Time do Povo só traz benefícios ao clube. Há mais de 100 anos é assim…