Vila Belmiro

Lutador, Sport arranca empate com o Santos no último minuto e segue invicto na Série A

Autor: Thiago Wagner

Para ver como tudo na vida é uma questão de perspectivas. O empate do Sport em 2 a 2 com o Santos, na manhã desse domingo, foi o mesmo, em termos numéricos, ao do Flamengo, há duas semanas. Só que dessa vez quem saiu com o gostinho de vitória foi o Leão, que perdia o jogo até os minutos finais. Melhor para os rubro-negros, que garantiram mais um ponto na classificação. Além disso, fica o destaque para a postura leonina no gramado. Ao seu estilo, o Sport teve bons momentos no gramado e poderia até ter saído com a vitória se tivesse caprichado melhor na finalização. Os três pontos não vieram, mas paciência porque a perspectiva para a sequência do Brasileirão é positiva para a equipe do técnico Eduardo Baptista. É o tipo de atuação que dá esperanças para o torcedor sonhar com uma disputa mais acima na tabela. Robinho (gol irregular) e Werley marcaram para o Peixe, enquanto Joelinton e Samuel Xavier anotaram para os visitantes.

Com o resultado, o Sport vai para oito pontos, mas pode sair do G4 após o complemento da rodada. Já o Santos fica com cinco no meio da tabela. Na próxima rodada, Leão recebe o Goiás, na Ilha do Retiro, enquanto o Peixe tem o clássico com O São Paulo.

Santos pelos lados e Sport nos contra-ataques

Por jogar em casa, o Peixe naturalmente tomou a iniciativa durante os 90 minutos. Os alvinegros apostaram principalmente nos lados do campo para tentar chegar à meta rubro-negra. Destaque para a movimentação de Lucas, Geovânio e Robinho lá na frente. O trio deu muito trabalho para os marcadores leoninos, que tiveram que se desdobrar no gramado para impedirem uma melhor atuação dos três. Ainda assim, nada pôde ser feito para impedir o gol de Robinho aos 42 do primeiro tempo. Destaque, todavia, para a posição irregular de Ricardo Oliveira, que participou do lance.

Priorizando a marcação, restou ao Sport os contra-ataques. Isso, porém, não significa que o Leão não chegou ao gol. Os visitantes souberam utilizar a velocidade e agrediram o Santos. Isso proporcionou um jogo bastante movimentado onde as duas equipes atacavam, cada uma ao seu estilo. O destaque da equipe de Eduardo Baptista ficou para a atuação de Rithely, que foi bem na marcação e ainda ajudou no ataque, como no lance do gol rubro-negro. Ele deu o bote em Lucas Lima e passou na medida para Joelinton mandar para as redes.

O volante ainda poderia ter se consagrado no Leão se tivesse feito um gol após cobrança de falta, mas o goleiro salvou o Peixe na hora H. O arqueiro santista, contudo, não conseguiu impedir que Samuel Xavier marcasse no fim e trouxesse um gostinho de plástico para os donos da casa.

FICHA DA PARTIDA – SANTOS 2X2 SPORT

Santos: Vladimir, Daniel Guedes (Chiquinho), Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio; Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Robinho e Ricardo Oliveira (Rafael Longuine). Técnico: Marcelo Fernandes.

Sport: Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Neto Moura e Régis (Diego Souza); Maikon Leite (Élber) e Joelinton (Mike). Técnico: Eduardo Baptista.

Brasileirão (4ª rodada). Local: Vila Belmiro, Santos (SP). Árbitro: Marcos Andre Gomes da Penha (ES). Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Leonardo Mendonca (ES). Gols: Robinho (SAN) aos 42 minutos do primeiro tempo; Joelinton (SPT) aos 5, Werley (SAN) aos 24 e Samuel Xavier (SPT) aos 47 do segundo. Amarelos: Wendel (SPT), Neto Moura (SPT) e David Braz (SAN).