VITÓRIA 1X2 AFOGADOS DA INGAZEIRA

''Tricolor das tabocas está de volta à elite do futebol de Pernambuco''

Um jogo simplesmente emocionante. Vitória x Afogados da Ingazeira, lutaram, colocaram o coração na ponta da chuteira, tudo pela última vaga para chegar ao Campeonato Pernambucano da A1 de 2016. Jogando na noite desta quarta-feira, no estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão, as equipes travaram um duelo de muita garra e disposição, no segundo jogo das semifinais do PE Sub-23.
Precisando reverter o placar de 4×2, sofrido no primeiro jogo, o Afogados da Ingazeira foi para cima do Vitória, porém, logo no primeiro minuto do confronto, Cesinha saiu frente a frente com o goleiro Evandrizio, o atacante do tricolor das tabocas chutou no canto esquerdo do goleirão que fez uma bela defesa.
As duas equipes tiveram algumas mudanças, o Vitória não contou com a dupla de zaga titular, Cláudio machucado e Vandinho com virose. Pelo lado da coruja, o time ganhou e muito com a volta do bom goleiro Evandrizio e do zagueiro Geninho, que não atuaram na primeira partida.

Após um primeiro tempo sem gols, Pedro Manta colocou seu time bem ofensivo, por sua vez, Laelson Lima viu seus atletas tentarem controlar a partida, mas com um meio campo que deixou muitos espaços. O Vitória desperdiçou boas chances para sair na frente do placar, porém, não era a noite do atacante Josy, o atleta perdeu duas grandes oportunidades na cara do gol. Ainda no zero a zero, o Afogados colocou uma bola na trave.
Após um escanteio o zagueiro Geninho pegou a sobra e abriu o placar aos vinte e nove minutos. O segundo gol do Afogados saiu aos quarenta e dois minutos através de Nem, colocando fogo no jogo e tensão para todos os torcedores, faltava naquela oportunidade, um gol para a coruja conquistar sua classificação, mas o Vitória conseguiu se superar e contou ainda com o goleiro Walber Gois, que fez duas boas defesas no final, segurando o placar.
No apagar das luzes, o goleiro do Afogados foi para área do Vitória tentar o cabeceio, foi aí que o tricolor das tabocas encaixou um contra-ataque após passe de Escuro para Sillas, o atacante ultrapassou a linha divisória do gramado pela ponta direita e tocou em diagonal para Messinho que ganhou na velocidade para o marcador e tocou para a rede, fazendo a festa da torcida vitoriense e consolidando o acesso do Vitória.
Com o resultado o Vitória voltou à elite do futebol pernambucano e enfrentará o Belo Jardim, pela final da competição. O confronto será na segunda-feira (30), em jogo único, no estádio Carneirão, em Vitória de Santo Antão, às 20h.
VITÓRIA 1X2 AFOGADOS DA INGAZEIRA
Vitória: Walber Gois; Escuro, David, Eduardo, Patrick; Diego, Vagner Rosa (Kail), Cesinha (Messinho), Manoel Chuva; Josy (Camutanga), Sillas. Técnico: Laelson Lima
Afogados da Ingazeira: Evandrizio; Romário (Jeferson), Phellyp, Geninho, Jackson (Nem); Valber, Bebeto, Jailton, Evandro; Ricardo Tabira e Caxito. Técnico: Pedro Manta
Cartões Amarelos: David (V). Evandrizio (A), Phellyp (A), Valber (A), Jackson (A), Genilson (A), Evandro (A).
Público: 1.132
Renda: R$ 2.500,00
Árbitro: Gilberto Castro Júnior
Auxiliares: Clóvis Amaral e Bruno César. 4º Árbitro: Ana Karina.
Michell Santana – Panorama Esportivo PE

Por LUCIANO ABREU

Vitória é raça!! E é elite do futebol pernambucano. A disputa da última vaga de acesso à elite do futebol pernambucano em 2016 reservou aos torcedores de Vitória e Afogados da Ingazeira emoção até o último segundo da partida.

Jogando diante da sua torcida no Carneirão e com a vantagem de dois gols, o Vitória ameaçou o gol adversário logo aos 10 segundos de partida. Parecia que a fatura seria liquidada ainda no primeiro tempo.

As duas equipes fizeram um jogo disputado e com inúmeras chances de definirem a partida. Do lado do Vitória os gols iam sendo perdidos um a um.

vit

 

Aos 21 minutos de partida Escuro cruzou pela direita de ataque e Silas sozinho, de cara para o gol, errou a bola no arremate final.

Um minuto depois, numa arrancada pelo meio Silas outra vez ficou cara a cara com o gol, mas chutou em cima do goleiro.
Aos 26 minutos a zaga do Vitória cochilou e o Afogados da Ingazeira quase marca.

Aos 37 minutos Silas foi derrubado na área, reclamou pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Apesar das inúmeras chances criadas, o primeiro tempo acabou no 0×0.

No segundo tempo Silas voltou a ameaçar o gol adversário aos 7 minutos num chute de bate-pronto rebatido pelo goleiro. O lance levantou a torcida tricolor.

A velha máxima do futebol: “quem não faz, leva”, não demorou muito a se concretizar. Aos 30 minutos da etapa complementar o Afogados da Ingazeira chegou ao gol, mantendo a esperança na classificação inédita à elite do futebol pernambucano.

Aos 42 minutos a Coruja ampliou o placar Nem, dando contornos dramáticos à partida. Mas aos 50 minutos um contra-ataque fulminante colocou Silas na cara do gol para marcar e definir a classificação do Tricolor das Tabocas. Final Vitória 1×2 Afogados da Ingazeira. Na soma dos resultados 5×4 para o Tricolor das Tabocas.

O Vitória decide o título do Pernambucano Série A contra o Belo jardim.

Por ter melhor campanha o Vitória decide o título em casa.