Vettel surpreende, voa no terceiro setor e “rouba” pole de Webber

Por F1Team

AUSTIN – Sebastian Vettel mais uma vez vai largar na pole position, agora no GP dos Estados Unidos. Quem vê esta manchete, pode achar que ela é mais do que previsível, mas não foi bem assim que aconteceu no treino classificatório aqui em Austin. O alemão parecia que perderia a pole position para Mark Webber, mas ressurgiu das cinzas no último setor e marcou o melhor tempo, surpreendendo até mesmo aos jornalistas presentes aqui no Circuito das Américas.

A segunda colocação ficou mesmo com o australiano companheiro de Seb, que parecia se muito mais rápido do que o alemão nesta tarde de sábado. Com isso, as duas Red Bulls mostraram mais uma vez que estão bastante superiores as rivais. Agora a expectativa é ver se alguém conseguirá se aproximar dos carros austríacos durante a prova de amanhã.

Romain Grosjean, que nos três treinos parecia estar longe do desempenho dos primeiros colocados, também marcou um excelente tempo e ficou com a terceira colocação no grid de largada para o GP dos EUA, seguido por Nico Hulkenberg – quarto colocado – e Lewis Hamilton, que partirá na quinta colocação.

Os carros da Ferrari estiveram longe do melhor desempenho. Apesar de Fernando Alonso ter conseguido melhorar bastante o seu desempenho com relação aos primeiros treinos, ele ficou apenas com o sexto tempo. Já Felipe Massa sofreu com problemas no equilíbrio do carro e vai largar em décimo quarto.

O treino

A classificação deste sábado aconteceu com a pista nas melhores condições possíveis. A temperatura do asfalto estava em 30°C, enquanto o ar estava a 27°. Com o um clima ameno, os pilotos só tiveram que se preocupar em acelerar os seus bólidos.

Q1

A primeira parte do treino sempre reserva algumas surpresas para quem está acompanhando. Costumeiramente, dois pilotos considerados candidatos ao top 10 costumam não conseguir passar para a segunda parte do treino, e foi o que se viu hoje.

Desta vez, os que tiveram que abandonar o treino após o Q1 foram Pastor Maldonado, da Williams e Adrian Sutil. O primeiros ainda viu o seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, conseguir passar até mesmo para o Q3.

Já o alemão da Force India protagonizou uma cena inusitada. Após rasgar a reta principal, Adrian viu o seu carro “apagar” sem explicação. Com isso ele passou reto na primeira curva e não conseguiu mais voltar para a pista, perdendo a chance de conseguir melhorar o seu tempo.

Os outros eliminados, como de costume, foram os pilotos da Caterham e da Marussia. Quem se deu melhor foi Giedo Van der Garde, que acabou sendo o mais rápido dentre os pilotos que guiam pelos times menores. Jules Bianchi largará uma posição atrás, em vigésimo, seguido por Charles Pic e Max Chilton.

Q2

Na continuação do treino de classificação aqui em Austin, mais dois pilotos acabaram surpreendendo a todos ao serem eliminados já na segunda parte do treino. Nico Rosberg e Felipe Massa não conseguiram tempo suficiente para chegar ao top 10 e acabaram desclassificados.

A surpresa maior ficou por conta do piloto da Mercedes. Isso porque o time alemão era apontado como o único capaz de fazer frente aos carros da Red Bull, mas não foi bem isso o que Rosberg mostrou nesta manhã de sábado. Com o tempo de 1min38s364, ele ficou apenas com o décimo quarto tempo do treino, mas ganhará uma posição de Jenson Button, que foi punido por uma manobra ilegal no primeiro treino.

O brasileiro da Ferrari é outro que será beneficiado com a punição sofrida pelo campeão de 2007. Felipe, que deveria largar em décimo quinto, partirá na décima quarta colocação e precisará fazer uma excelente corrida visando brigar pelos pontos.

Os outros eliminados na segunda parte do treino foram Daniel Ricciardo (11º), Paul Di Resta (12º), Jenson Button (13º) e Jean-Éric Vergne (16º).

Q3

A última parte do treino tinha tudo para ser a mais tranquila, mas o final “surpreendente” chamou bastante a atenção de todos que estavam presentes no Circuito das Américas. Tudo por conta da disputa entre Sebastian Vettel e Mark Webber pela pole position.

O australiano fez um excelente tempo, praticamente fazendo uma volta perfeita na sua última tentativa e tinha tudo para ficar com a primeira colocação no grid. Logo atrás dele estava Seb, que não fez bem nem o primeiro nem o segundo setor. Quando chegou na parte final do circuito, todos já davam a pole como perdida pelo germânico, mas todos esqueceram que naquele carro de número 1 estava o tetracampeão mundial. Quando cruzou a linha de chegada e apareceu no telão o “número 1″, Vettel arrancou sons de surpresa de praticamente todos.

Vale ressaltar que o tempo marcado por Vettel foi apenas 3 milésimos mais rápido do que o de Mark. Enquanto o pole fez o tempo de 1min36s338, Webber fez a sua melhor volta em 1min36s441. Logo atrás do australiano da Red Bull largará o francês Romain Grosjean, da Lotus.

Convidado para substituir Kimi Raikkonen nas últimas duas corridas, Heikki Kovalainen partirá na oitava colocação, uma a frente de Valtteri Bottas, futuro companheiro de Felipe Massa na Williams.

Confira o resultado do treino classificatório em Austin:

Classificação Austin 2013

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.